• Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher

Vasinhos no rosto (telangiectasia ou rosácea), o que são?

Vasinhos no rosto (telangiectasia ou rosácea), o que são?A olho nu, os vasinhos no rosto (também chamados de telangiectasia ou rosácea) parecem ser apenas "manchinhas" avermelhadas, mas não são. Acompanhe!

O que são os vasinhos no rosto?

Os vasinhos no rosto são formados por um processo inflamatório intenso, resultante do abuso de peelings químicos que pode levar a um aumento da vasodilatação do rosto, provocando o problema na asa do nariz, ao redor dos lábios, nos olhos e na testa.

"Quando fazemos peeling químico, estamos criando um processo inflamatório, 'queimando a pele' para ela descamar. Se esse processo for excessivo, abusivo, pode gerar, sim, os vasinhos no rosto", argumenta a Dra. Aline Lamaita, médica do corpo clínico do Hospital Albert Einstein.

A angiologista afirma que o aparecimento dos vasinhos tem relação com um mecanismo de defesa do organismo. Segundo ela, toda vez que há um processo inflamatório em alguma região, o corpo entende que precisa cicatrizar, levando mais nutrientes e fatores de cicatrização para aquele local.

Preenchimento com ácido hialurônico

Como ele faz isso? Fazendo uma vasodilatação, abrindo a circulação do local, para poder levar o que é necessário para cicatrizar.

Em pacientes que já têm o problema, qualquer coisa que cause um processo inflamatório, -- até tomar sol em excesso -- e fazer uso de medicação mais forte, piora a rosácea e começam a aparecer vasinhos na bochecha, na região do malar e no nariz.

Segundo a médica, a predisposição individual é um principal fator ligado ao aparecimento das telangiectasias e veias na região do rosto — e até mesmo crianças podem apresentar o problema na pele —, mas há outros como: envelhecimento (predisposição aumenta com a idade); exposição ao sol (os vasos aparecerem principalmente na face, pescoço e colo); gravidez (acontece por mudanças hormonais e podem desaparecer ou não após o parto); uso de cremes à base de corticoide; além da rosácea e excesso de peelings químicos.

Os vasinhos no rosto têm tratamento?


A Dra. Aline Lamaita ressalta que o uso de laser Nd Yag 1064 ou luz pulsada resolve o problema. "A luz pulsada é capaz de tratar a grande maioria dos vasinhos de face. Mas o Laser Nd Yag 1064 é o que existe de mais específico para tratamento de lesões vasculares apresentando maior efetividade no tratamento", explica.
 
O tratamento apresenta bons resultados, segundo a médica, é feito em média em uma a cinco sessões (dependendo do tipo de lesão) e tem grande nível de segurança, já que a dor é amenizada com uso de aparelhos resfriadores de pele.

Radiofrequência para flacidez funciona mesmo?

Quanto aos cuidados antes e depois do tratamento, a médica detalha que não se deve aplicar cremes ou maquiagem no rosto no dia (para evitar interação com laser e evitar queimaduras), evitar a exposição ao sol durante cerca de uma semana, usar protetor solar com fator 50 ou 60 e, em casos raros, especialmente para peles mais sensíveis, pomadas à base de corticoide.

"É natural que, depois de algum tempo, os vasinhos voltem a aparecer, pois sua origem básica envolve fatores genéticos e hormonais, que não são modificados com o tratamento. O procedimento pode ser repetido, sem limite", explica.

Fonte: Cirurgiã vascular e angiologista, Dra. Aline Lamaita é médica do corpo clínico do Hospital Albert Einstein. Formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, é Membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia e do American College of Phlebology. A médica possui título de especialista em Cirurgia Vascular pela Associação Médica Brasileira / Conselho Federal de Medicina. http://www.alinelamaita.com.br/

Redação: Renata Fraia - farmacêutica e jornalista, atuando desde 2008 na atenção e assistência farmacêutica nos blogs Saúde da Mulher e Saúde com Ciência
Leia Mais ►

Banana amassada anti TPM

Se você sofre com TPM ou menopausa vai gostar de saber que essa receita é perfeita para aliviar os sintomas da TPM e também da menopausa. Eu a criei com autoridade de farmacêutica e necessidade por sempre sofrer com a TPM. Ah! Essa receita é boa até para quem sofre de depressão pré menstrual!

Banana amassada anti TPM


Banana amassada anti TPM
Banana amassada anti TPM

Ingredientes
  • 1 banana amassada
  • 2 colheres de chá de chocolate em pó a (pelo menos) 50%
  • 1/2 colher de café de levedo de cerveja em pó

Como preparar

  • Corte a banana em rodelas,
  • coloque em um potinho de sobremesa,
  • acrescente o chocolate em pó,
  • leve ao micro-ondas por 40 segundos (esse tempo pode variar de acordo com seu micro ou com a demanda de energia da sua casa/bairro),
  • Tire do micro, acrescente o levedo e mexa bem e coma*!

*Coma antes que vc faça alguma besteira por causa da TPM kkkk!

Dica: Se usar banana prata ou se gostar mais docinho, coloque 3 gotas de adoçante ou uma colher de chá de mel.





Por que essa receita funciona contra TPM?

Banana

A banana tem muitos nutrientes e o melhor deles para a TPM é a vitamina B6 (que desincha o corpo e alivia a ansiedade e irritabilidade), mas ela contém todas as vitaminas do complexo B, que ajuda em vários sintomas. A B3, por exemplo, alivia o nervosismo e a B5 ajuda a deixar o cabelo saudável nesse período.

Chocolate 50%

O chocolate a (no mínimo) 50% ajuda em muitos aspectos da tpm e menopausa, porque ele é riquíssimo em antioxidantes que melhoram tudo na gente, inclusive os incômodos mensais que começam antes da menstruação chegar.

Levedo de cerveja

Tem os mesmos benefícios da banana (ou seja, ambos unidos irão se complementar nas quantidades vitamínicas e minerais) e, além disso, ajuda a controlar o desejo por açúcares e carboidratos em geral. Ou seja, vc não correrá o risco de ficar com aquela vontade incontrolável de comer doce! 😊

Aposto que agora vc quer saber quais outros alimentos podem aliviar a TPM, portanto, sugiro a leitura de: Alimentos para TPM.

Redação: Renata Fraia - farmacêutica e jornalista, atuando desde 2008 na atenção e assistência farmacêutica nos blogs Saúde da Mulher e Saúde com Ciência



Leia Mais ►

Como Deixar de Tirar Cutícula

Conheça cinco motivos para não tirar cutículas.

Pasme! 😱Fique espantada por alguns minutos e... depois fique com raiva 😡 por gastar tanto dinheiro na manicure à toa e depois comece a imaginar como gastará os 20 Reais que economizará no salão semanalmente (como gastará a economia de 80 Reais por mês 😍😎). Não sabe pintar as unhas? Comece a treinar já! Você não vai se arrepender!

Mas você quer saber como deixar de tirar a cutícula certo? Vou explicar e depois ainda vou mostrar porque essa sua atitude só lhe trará benefícios e você ficará convencida. Mas saiba que, se você contar no salão sobre seu projeto, as funcionárias vão tentar desencorajá-la, afinal, é tirando a proteção natural das suas unhas que elas faturam em cima de você, né? Por isso, tenha argumentos firmes sobre sua decisão. Acompanhe!

Como Deixar de Tirar Cutícula

COMO DEIXAR DE TIRAR CUTÍCULAS


1. Mantenha as unhas hidratadas


No processo inicial para parar de tirar as cutículas, você deve hidratá-las com a maior frequência que puder. Deixe um hidratante na sua bolsa, um na mesa de trabalho e outro na cabeceira da cama.

🔆Leia também: Creme hidratante caseiro para mãos e unhas

2. Empurre a cutícula


Quando fizer as unhas, apenas empurre a cutícula que ficar sobre as unhas e esqueça os cantinhos. Apenas hidrate-os.

3. Ceda a tentação de remover a cutícula de vez em quando


Nos primeiros meses, tire a cutícula uma vez por mês, mas peça à manicure que não " cave" muito, porque senão as peles em volta das unhas vão continuar crescendo como sempre. As unhas precisam do estímulo de tirar pele para fazer uma nova pele a cada ida à manicure. Mas após 6 meses resista ao máximo tirar as cutículas. No entanto, se surgir uma pelinha saliente, pegue o alicate e tire-a delicadamente.

🔆Leia também: Suco para fortalecer unhas e cabelos

4. Faça esfoliações periódicas

Uma vez por semana, faça uma esfoliação caprichada nas mãos e unhas. Isso eliminará as células mortas e evitará que pelinhas comecem a se soltar do cantinho das unhas. Use esfoliantes industrializados ou faça um esfoliante natural com sabonete líquido e açúcar. Super fácil!

BENEFÍCIOS DE DEIXAR DE TIRAR A CUTÍCULA


Como Deixar de Tirar Cutícula
Como Deixar de Tirar Cutícula

1. As cutículas deixam as unhas mais saudáveis


Tirar as peles das unhas mais conhecidas como cutículas, acaba com a proteção natural deixando o organismo totalmente suscetível a contrair alguma infecção com os cortes ocasionados pelo alicate. Além disso, o esmalte é um dos principais vetores de fungos e bactérias. Fique atenta!

2. Para de crescer a "pele" que tanto incomoda e evita a descamação


Quanto mais você tira o excesso, mais a cutícula tende a crescer. A solução é evitar a prática. Assim você quebra este hábito que pode machucar e até deformar as unhas. Sem tirar, elas param de nascer e aos poucos voltam a ter um aspecto natural.

🔆Leia também: Unhas enfraquecem no inverno

3. Unhas sem ondulações e manchas


Como a cutícula é uma proteção, sem ela tende a surgir manchas brancas, além de ondulações ocasionadas pelo enfraquecimento das unhas, perdendo aquele aspecto lisinho e bonito.

4. Facilidade em deixar as unhas prontas


Sem tirar a cutícula o tempo de esmaltação é muito mais rápido. O processo é simples: retirar o esmalte e aplicar o próximo. Pronto!

5. Unhas mais bonitas por mais tempo


O processo de manter as peles deixa a unha mais fina mantendo o aspecto natural por mais tempo. Outra dica é usar cremes para hidratá-las diariamente.

Fonte: Luzia Costa - Beryllos

🔆Leia também: Unhas de gel podem causar câncer de pele

Redação: Renata Fraia - farmacêutica e jornalista, atuando desde 2008 na atenção e assistência farmacêutica nos blogs Saúde da Mulher e Saúde com Ciência
Leia Mais ►

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada