• Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher

Como chegar a um Corpo Perfeito Feminino: 5 procedimentos estéticos para essa meta

5 procedimentos para exibir um corpo perfeito em qualquer época do ano!

Ter um corpo invejável e admirável é sua meta? Há várias coisas que você deve fazer se deseja saber como chegar a um corpo perfeito feminino como: cuidar da alimentação, fazer exercícios regularmente (incluindo musculação), ter uma rotina saudável (inclusive mentalmente -- para não atacar a geladeira na hora da ansiedade ou da tristeza rsrs).

Conheça o Livro: Enfermagem Estética e Dermatológica: Atuação do enfermeiro na área da beleza
Baixou o preço! Só R$ 9,90

No post de hoje vamos nos fixar na realização de 5 procedimentos estéticos para chegar a essa meta. Confira!

Como chegar ao Corpo Perfeito Feminino: procedimentos
Como chegar a um Corpo Perfeito Feminino

5 procedimentos estéticos de como chegar ao corpo perfeito feminino


1. Advanced Body Shape C (para celulite)


Para quem deseja (ou precisa) obter resultados rápidos, o VelaShape 3 150W com protocolo Advanced Body Shape C é referência em tratamentos para celulite. Ele permite tratamentos rápidos e eficazes contra a celulite, agindo em apenas quatro ou seis sessões de 30 minutos, realizadas a cada 15 dias. Assim, em um mês você já consegue ver os resultados!

Como age o VelaShape 3 150W?


“No caso da celulite, o equipamento age diretamente nas camadas superficiais do tecido, onde se encontra essa alteração; no entanto, como atua simultaneamente nos tecidos mais profundos, melhora o processo inflamatório que provoca a própria celulite”, afirma a dermatologista Dra. Claudia Marçal, de Campinas (SP) que falou ao Saúde da Mulher.



O aparelho:

  • aquece o tecido até 20 mm (2 cm) de profundidade juntamente com o 
  • LED Infravermelho que aquece até 3 mm de profundidade, 
  • o vácuo (que garante entrega precisa de energia) e a 
  • massagem mecânica que ajuda no processo de manipulação e drenagem. 


“(...) é criado o aumento do processo metabólico que ativa o uso da energia armazenada nos adipócitos resultando em:

  • perda de volume celular, 
  • contração das camadas de tecido adiposo 
  • menor tencionamento dos septos fibrosos tratando a celulite
  • síntese de colágeno devido ao aumento do metabolismo dos fibroblastos melhorando a superfície cutânea”, afirma a especialista.

2. Legacy (para celulite)


O Legacy é uma novidade que conta com o sistema 4D, uma combinação de pulso magnético, radiofrequência multipolar (de 150W), Varipulse (sucção ajustável para ação profunda) e controle térmico de temperatura.

Como age o Legacy na busca pelo corpo perfeito feminino


Tudo isso traz alto impacto para promover firmeza corporal, conforme explica o dermatologista Dr. Jardis Volpe, membro da Academia Americana de Dermatologia:

“A radiofrequência multipolar [ler: Radiofrequência funciona mesmo?] aquece o tecido de maneira homogênea, de forma que este aquecimento atua sobre o colágeno e a elastina, promovendo a melhora da flacidez; mas a atuação conjunta do pulso magnético faz com que o tratamento atue sobre os fatores de crescimento dos fibroblastos, entregando no final do tratamento uma pele ainda mais firme e com mais elasticidade”, explica.

Dessa forma, a tecnologia:

  • aumenta a atividade metabólica, 
  • realiza a criação de novos vasos e, consequentemente, o aumento da oxigenação e da nutrição da pele, além de 
  • provocar estímulo nos fibroblastos, o que contribui para aumentar a quantidade de colágeno e elastina. 

O procedimento é indolor, sendo que deve ser realizada uma média de seis a oito sessões, a cada 15 dias.

3. Eletroderme (trata estrias)


Eletroderme é uma radiofrequência microagulhada com excelentes resultados para estrias. No método, as agulhas ultrapassam a epiderme, emitindo ondas eletromagnéticas apenas nas camadas mais profundas da pele, preservando a superfície.

Isso faz com que a temperatura da derme chegue até a 70ºC, estimulando a produção de colágeno e refazendo as fibras rompidas, explica a dermatologista Dra. Thais Pepe, da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

“A ação do Eletroderme provoca o estímulo da regeneração celular por meio do processo de cicatrização, a proliferação de células-tronco e estímulo da síntese de elastina, da neocolagênese (produção de colágeno) e angiogênese (proliferação de vasos sanquíneos)”, completa. São necessárias, em média, quatro sessões com intervalos mensais.



4. Clacs (trata varizes)


O procedimento Clacs utiliza laser não-invasivo e injeções de glicose, para aumentar eficácia do tratamento contra as varizes [ler: Varizes em adolescentes: previna as varizes desde cedo] e reduzir os efeitos colaterais.

“Com o método combinado, o laser pode ser aplicado com energia mais baixa (o que diminui a dor no tratamento) emitindo pulsos de luz que penetram no corpo do paciente e são absorvidos pelo sangue – agindo nas varizes sem causar dano à pele”, explica a Dra. Aline Lamaita, cirurgiã vascular e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Logo em seguida, a glicose é aplicada nos mesmos locais onde foi realizado o laser, potencializando seu efeito e secando as varizes. Sendo assim, o método inovador reduz a quantidade de sessões. “Outros tratamentos também podem ser indicados, dependendo do grau das varizes”, acrescenta. "Em apenas três sessões, é possível notar uma melhora significativa, de 70%", comenta a médica



Redação: Renata Fraia - farmacêutica e jornalista, atuando desde 2008 na atenção e assistência farmacêutica nos blogs Saúde da Mulher e Saúde com Ciência

Conheça o Livro: Enfermagem Estética e Dermatológica: Atuação do enfermeiro na área da beleza
Baixou o preço! Só R$ 9,90
Conteúdo do Saúde da Mulher é informativo/educativo. Não exclui consulta com profissional de saúde. Este artigo pertence ao Saúde da Mulher. Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada