Terapia reposição hormonal (TRP): quando fazer e quando NÃO fazer?

Terapia de reposição hormonal: fazer ou não fazer? Esta é uma dúvida que habita o pensamento de 10 entre 10 mulheres que já estão na menopausa (quando o sangue mensal cessa de vez -- amenorreia --, daí a origem da palavra meno + "pausa", e de pelo menos 8 das mulheres que estão para entrar nela.



A essa pergunta eu respondo: DEPENDE. Mas depende de quê? Da real necessidade, do custo benefício, do histórico familiar, entre outros aspectos.

Como farmacêutica, na assistência farmacêutica sempre indico que a mulher "converse com seu médico" sobre o que é melhor para ela, repor ou não os hormônios que o corpo dela parou de produzir.

Terapia reposição hormonal (TRP): quando fazer e quando NÃO fazer?
A soja é rica em fitoestrógenos

Quais as vantagens da reposição hormonal?


Quando a mulher repõe os hormônios -- estrogênio e progesterona -- que estão faltando (porque seu corpitcho parou de produzir), ela ganha em qualidade de vida. Veja as vantagens da reposição hormonal, sobretudo de estrogênio:

  • Os fogachos (calorões) acabam;
  • Têm maior disposição;
  • Ficam menos irritadas (ou seja, param de discutir com os outros por qualquer coisa);
  • Diminuição da secura vaginal;
  • entre outros.

Quais as desvantagens da reposição hormonal?


Apesar do ganho em qualidade de vida, a mulher pode ter alguns problemas SÉRIOS de saúde, principalmente as doenças cardiovasculares e  o câncer de mama hormônio-dependente (o câncer   'depende' da presença do hormônio estrogênio para aparecer).

Em 2002, o National Institute of Health, dos USA abriu um braço de sua pesquisa irrefutável tanto pela metodologia quanto pela ausência de conflito de interesses -- da indústria farmacêutica e dos profissionais que querem mulheres dependentes de hormônios para que seus consultórios fiquem sempre cheios --, e mostrou que a TRH não reduzi o risco de doenças cardiovasculares e, em alguns casos, até causar um aumento das doenças dos vasos e do coração (como AVC e infarto).

O estudo ainda confirmou o aumento de risco de câncer de mama e mulheres que repõem o hormônio. O estudo pode ser conferido no link: https://www.nih.gov/health-information/menopausal-hormone-therapy-information (em inglês).

O que levar em consideração na decisão do médico e/ou da junta de profissionais de saúde?


Para saber se a TRP (terapia de reposição hormonal) é indicada para DETERMINADA mulher, é preciso que o médico ginecologista ou endocrinologista pense no corpo da mulher como um todo.



Tal decisão deve ser tomada por um médico que esteja atualizado sobre o tema, ou seja, deve ter um alto conhecimento [sempre se atualizando sobre os novos e importantes estudos] sobre o tema. E se ele pensar que essa não é a "praia dele", deve ter humildade e encaminhar a paciente para um colega que esteja atualizado sobre o assunto.

Em casos onde a TRP é indicada, convém pensar no tempo em que a mulher deve usar, sempre considerando o menor tempo possível e a menor dose eficaz como melhor opção. 

Terapia de reposição hormonal com fitoestrógenos faz mal ou bem?


É besteira pensar que usar fitoestrógenos não causa efeitos colaterais. Oras, embora vindo de um vegetal (principalmente da soja) ele não deixa de ser um hormônio -- senão não ia funcionar, não é mesmo? Dessa forma, o profissional de saúde ou mesmo a mulher que se "automedica" ao comprar cápsulas fitoterápicas, sucos e leite de soja, entendam que estão SIM usando um hormônio, por isso, o estrogênio das plantas devem ser usados com cuidado da mesma maneira que os hormônios sintéticos presentes em géis, comprimidos e outras formas de apresentação do hormônio estrogênio.

>> Leia também: Cosméticos podem causar Menopausa Precoce.

Que plantas medicinais e alimentos contêm fitoestrógenos?

  • Soja, a campeã;
  • Gergelim
  • Ervilha
  • Feijão
  • Espinafre
  • Semente de linhaça escura e dourada, prefira a farinha
  • Cevada
  • Aveia
  • Milho
  • Trigo
  • Brócolis
  • Couve-flor
  • Repolho
  • Amêndoas
  • Castanhas
  • Nozes
  • Ginseng
  • Broto de Alfafa
  • Sálvia
  • Ovo (fonte animal)
É bom lembrar que esses alimentos devem ser consumidos com moderação. Exemplo? Beba apenas dois copos (200 ml) de suco de soja ou leite de soja por dia. E lembre-se: EVITE a soja transgênica (geneticamente modificada), ok?

Renata Fraia - farmacêutica e jornalista, atuando desde 2008 na atenção e assistência farmacêutica nos blogs Saúde da Mulher e Saúde com Ciência.

>> Leia também: Mulheres na menopausa podem ter infarto ao tomarem refrigerantes diet.
Leia Mais ►

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada