Como engravidar de menina

É menino ou menina? Hoje em dia em poucos meses a gente já pode saber o sexo do bebê e começar a preparar o enxoval. Mas a gente sempre tem (ou pode ter) uma preferência. Ou por que sempre sonhamos em dar um certo nome para nosso bebê, ou por que temos preferência por crianças de determinado gênero ou ainda porque já temos um filho do outro gênero (menino ou menina). Mas como fazer valer essa preferência? Se quiser engravidar de menina, por exemplo, a resposta está abaixo:

Como engravidar de menina?


Para engravidar de uma menina, os cientistas recomendam aumentar o consumo de certos alimentos. Os indicados são os ricos em cálcio e em magnésio.

Como engravidar de menina
alimentos para engravidar de menina!

Então, se você quer engravidar de menina consuma:

- leite e derivados,
- espinafre,
- couve,
- rúcula
- gérmen de trigo
- aveia
- farelo de arroz
- arroz integral
- nozes e castanhas.

De acordo com os pesquisadores, esse tipo de alimentação muda a concentração desses minerais no sangue e pode determinar se o bebê será menino ou menina. Para que os resultados sejam alcançados, a mulher deverá iniciar a nova dieta cerca de 9 semanas antes da primeira tentativa de engravidar.

Leia mais sobre Gravidez

Quando ter relações para engravidar de menina?


1. Tenha relações de 2 a 3 dias antes do período fértil, com um contato íntimo menos profundo, fazendo com que os espermatozoides que carregam os gametas X, que são os femininos, vençam a corrida contra os de gameta Y. Essa técnica tem até 80% de chances de dar certo.

2. Empenhar-se em ter um contato íntimo menos profundo e não chegar ao clímax antes do companheiro.

3. Através desse estudo os investigadores concluíram que a alimentação da mulher é determinante na escolha do sexo do bebê. Se somente essa dieta for levada em consideração, a probabilidade de ter uma menina ainda fica em torno de 73%.

Importante! Esses alimentos são muito importantes. Então, se você pensar em engravidar de menino, NÃO tire os alimentos da sua dieta, só não os consuma em número maior.

Fontes:
-Female gender pre-selection by maternal diet in combination with timing of sexual intercourse - a prospective study.
-AM Noorlander; JPM Geraedts; JBM Melissen.
Leia Mais ►

Candidíase na gravidez prejudica o bebê?

A candidíase na gravidez é muito comum, já que nesta fase o pH vaginal fica alterado, facilitando a contaminação por fungos como o da candidíase.



Candidíase na gravidez prejudica o bebê?


A resposta é simples e vai deixá-la aliviada se estiver grávida e com candidíase. Não! A candidíase na mãe não prejudica o bebê, pois a infecção é localizada na área vaginal da mulher.

No entanto, se você tiver candidíase no momento do parto, há uma pequena chance de contágio quando a criança passar pelo canal vaginal em caso de parto normal.

Se estiver com sintomas de candidíase ou outra vaginite não deixe de avisar o médico para tratar antes de o parto acontecer.

Candidíase na gravidez prejudica o bebê?
Candidíase na gravidez prejudica o bebê?

No entanto, se na hora do parto você ainda tiver o problema, AVISE o obstetra (o médico que estiver fazendo o parto), isso poderá evitar que o recém-nascido entre em contato com a infecção.

E qual o problema da infecção por candidíase no bebê recém-nascido?


►► Leia tudo sobre Candidíase!

Esta infecção pode provocar feridinhas brancas na boca do bebê (o famoso sapinho). O problema ainda pode ser transmitido para os seios da mãe por causa da amamentação.




Dicas do Saúde da Mulher
  1. Evite alimentos muito ácidos (limão e outras frutas cítricas e vinagre) quando estiver com sintomas de candidíase, pois eles podem causar sintomas parecidos aos da infecção. 
  2. Se você está grávida e com candidíase saiba que a infecção por cândida não é grave e pode ser tratada facilmente.
Leia Mais ►

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada