Danos aos cabelos que causam perda de proteínas dos fios

Conheça os 4 danos que promovem perda de proteínas no cabelo e enfraquecem os fios

Danos aos cabelos que causam perda de proteínas dos fios
Danos aos cabelos causam perda de proteínas
Envelhecimento capilar. Um processo que tem a ver com fotoexposição aos raios UV, descoloração dos fios ou uso excessivo de prancha de alisamento.

Até o ato de pentear o cabelo já provoca estresse mecânico, segundo a dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Dra. Claudia Marçal, de Campinas.

"Todos esses danos conectam-se ao envelhecimento intrínseco ou natural dos fios e contribuem para que o cabelo fique quebradiço, com diâmetro do fio menor, menos denso e espesso, além de: sem brilho, mais fraco, áspero e desidratado", alerta a dermatologista.

Os danos são divididos em: químicos, térmicos, mecânicos e solares. Vamos entender cada um deles?

Principais danos aos cabelos com perda de proteínas


DANOS QUÍMICOS


Os processos químicos de coloração e descoloração são os mais comuns. Quando a pessoa pinta o cabelo, há uma perda proteica causada pela oxidação de aminoácidos no fio. "Essa diminuição dos níveis de queratina leva a uma redução da força capilar, além da remoção de pigmentos naturais", comenta a dermatologista.

🔷 Leia também: BB Cream para cabelos? Sim. São 19 benefícios do bb cream capilar...

Nos processos de coloração Permanentes e semi-Permanentes, ocorre a abertura das escamas da fibra capilar pela ação de amônia e monoetanolamina. Os pigmentos iniciam o processo de oxidação na presença da água oxigenada, sendo direcionados ao interior do córtex capilar. Lá, eles reagem entre si, formam uma molécula maior onde são retidos colorindo o cabelo.

Como funciona o dano químico

Quimicamente, o processo de tintura provoca a quebra das pontes de Hidrogênio e Salinas, isso vai resultar na perda de água e acentuar o comprometimento da resistência, maciez e brilho dos fios.

O processo de descoloração, no entanto, é o mais agressivo. "A descoloração capilar com uso de Persulfatos (sódio, amônio e potássio) destrói totalmente as ligações de hidrogênio, grande parte das ligações salinas e parcialmente as ligações cisteínicas, resultando em um cabelo extremamente desidratado e fraco. Em processos de descoloração, o tempo e a concentração em volume da água oxigenada são fundamentais para determinar o nível de descoloração e agressão aos fios de cabelo: quanto maior, maior o dano", alerta.

DANO MECÂNICO


O ato de passar a escova nos cabelos, quando não são usados produtos ideais, pode comprometer os fios.

"Pentes de borracha alteram o ponto isoelétrico do cabelo, o que leva a um desgaste da cutícula (parte externa do fio) e consequente exposição do córtex (parte intermediária do fio)", explica a profissional. O ideal, portanto, é utilizar pentes de madeira.

🔷 Leia também: Máscaras hidratantes para cabelos, com frutas

DANO TÉRMICO


A chapinha e o secador podem ser usados todos os dias, desde que você use um produto termoativo antes de submeter os fios ao aquecimento. A exposição da fibra capilar a altas temperaturas leva ao comprometimento da estrutura, o que pode corromper a harmonia da estrutura, além de perda de água. O segredo está em usar defrizantes com proteção térmica e protetores especiais para escovação.

DANO SOLAR


Ao ficar muito tempo em exposição, os fios passam por um processo oxidativo devido a ação dos raios UV. A luz solar afeta a cutícula do cabelo e catalisa a degradação das proteínas, além de provocar a oxidação da melanina através de radicais livres e o comprometimento da queratina. Os danos vão de descoloração do cabelo à redução da força dos fios e perda de brilho.

Como reverter os danos aos cabelos?


Para reestruturar os fios, a farmacêutica e consultora científica da Biotec Dermocosméticos, MIKA YAMAGUCHI, explica que é necessária uma alimentação rica em oligoelementos como Zinco, Ferro, Cálcio e Manganês, além da suplementação por via oral com silício orgânico biosponível Exsynutriment, além de Biotina, Cisteína, Cistina e Bio Arct e também investir em reparação tópica com ativos ricos em proteínas que o cabelo perdeu. As especialistas indicam os ingredientes cosméticos ReparAge, Bio-Restore, Capillisil e Arct Alg.

Fontes: Biotec -  DRA. CLAUDIA MARÇAL (dermatologista) - DRA. MIKA YAMAGUCHI (farmacêutica)

Gostou do artigo? Leia também: BB Cream para cabelos? Sim. São 19 benefícios do bb cream capilar...

Redação: Renata Fraia - farmacêutica e jornalista, atuando desde 2008 na atenção e assistência farmacêutica nos blogs Saúde da Mulher e Saúde com Ciência
Conteúdo do Saúde da Mulher é informativo/educativo. Não exclui consulta com profissional de saúde. Este artigo pertence ao Saúde da Mulher. Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.

Mais posts...

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada