A pílula anticoncepcional na saúde da mulher

A mulher atual vive em ritmo acelerado e desempenha diversos papeis sociais. Por isso, ela está em constante busca por independência e qualidade de vida. Esse cenário está intimamente ligado ao surgimento da pílula anticoncepcional, no início dos anos 60.

A pílula anticoncepcional permitiu que a mulher passasse a controlar a fertilidade, conquistasse sua liberdade sexual com segurança e praticidade e, mais recentemente, aliasse a contracepção a outros benefícios oferecidos pela pílula – como o alívio dos sintomas da tensão pré-menstrual, a melhora da oleosidade da pele e a redução do fluxo menstrual. Estima-se que aproximadamente 70% das brasileiras sofram com estes sintomas.



A pílula anticoncepcional
A pílula anticoncepcional/foto
A pílula anticoncepcional é também o método contraceptivo mais utilizado no mundo, sendo uma forma reversível de controle de natalidade que preserva a fertilidade da mulher, mesmo após longos períodos de uso.

Uma pesquisa realizada com mais de 4 mil brasileiras identificou que as mulheres usam a pílula principalmente por sua segurança e eficácia (61%), mas os benefícios adicionais - como melhora da TPM, cólicas, acne etc – (48%) e regular a menstruação (44%) ocupam posição de destaque.

No entanto, somente o ginecologista poderá indicar para as pacientes o melhor método contraceptivo e, caso seja sugerida a pílula anticoncepcional, o médico prescreverá o tipo mais indicado para cada perfil de mulher. Hoje, existem pílulas que contém um princípio ativo que ajuda no controle da tensão pré-menstrual. Além disso, ajudam a diminuir a retenção de líquido, sintoma comum durante este período.

A pílula anticoncepcional pode também ser fundamental para tratamento da Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP), distúrbio que atinge entre 4% a 7% brasileiras em idade reprodutiva, e é uma das maiores causas de infertilidade. A condição afeta a produção hormonal e provoca aumento dos hormônios masculinos, os androgênios, no organismo da mulher.

Uma queixa muito frequente nos consultórios são as mulheres que apresentam irregularidades no ciclo menstrual, fugindo do padrão normal de intervalos entre uma menstruação e outra. Em muitos casos a menstruação irregular ocorre por desequilíbrio hormonal. Por isso, a melhor forma de combater o problema é o uso do anticoncepcional, que ajuda a regularizar a taxa hormonal no corpo feminino.

Por isso, é muito importante que as mulheres se informem com seus médicos sobre os métodos contraceptivos mais indicados e tenham a pílula como uma aliada para a sua saúde.

Dra. Angela Maggio da Fonseca, professora associada e livre-docente da Disciplina de Ginecologia do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

Leia mais sobre pílulas anticoncepcionais
Leia Mais ►

Ação do Depilare. Funciona mesmo? Vale à pena comprar Depilare?

Nova loção evita desconfortos comuns à depilação.

O ritual de depilação pode ter frequência diária, semanal, quinzenal, mensal e por aí vai. Tudo vai depender da quantidade de pelo e da velocidade com que eles nascem. A forma de retirada (processo de depilação com lâminas e cremes ou epilação com a retirada pela raiz) também influencia no tempo para novo procedimento — e na dor.

Leia também: Tudo sobre depilação. Os tipos e os mitos e verdades sobre a depilação.


Ação do Depilare. Funciona mesmo? Vale à pena comprar Depilare?


Mas um novo produto promove mudanças eficientes na retardação do ciclo de crescimento do pelo e, como consequência, pode até diminuir a "agonia" de processos epilatórios muito dolorosos — como a cera, o threading (depilação com linha) e o arranque com pinça ou depilador elétrico.

Depilare - como funciona


Coadjuvante em procedimentos depilatórios, o Depilare retarda a velocidade do crescimento dos pelos e diminui gradativamente a densidade do fio, além de evitar foliculite e tratar as manchas decorrentes de depilações. Tudo isso com apenas uma aplicação diária!

Por meio de três ativos, dentre os quais o TGP2 peptídeo, o produto retarda o crescimento de pelos por induzir a fase catágena do crescimento — essa é uma fase de transição com regressão, em que há redução do folículo.

Segundo Isabel Luiza Piatti, tecnóloga em estética e diretora de Pesquisa e Desenvolvimento de produtos na Buona Vita Cosméticos, esse ativo reduz a ação de crescimento dos pelos por inibir a maturação das células dos folículos pilosos.

Ele atua diminuindo o tempo da fase anágena (inicial, quando ocorre a formação e o crescimento) e induz o fio capilar à fase catágena, prolongando a fase telógena (de repouso, quando há interrupção do crescimento) do ciclo de crescimento dos pelos, ajudando ainda a diminuir o número de bulbos e folículos pilosos.

Além desse, o Decelerine, também presente na fórmula, contém uma combinação de ingredientes que enfraquecem o folículo piloso, além de diminuir gradativamente a densidade do fio. Com isso, ocorre a redução da nutrição do bulbo capilar e, consequentemente, a epilação se torna menos dolorosa, uma vez que o pelo estará mais fino e em menor quantidade.

Importante para evitar foliculite, o TGP2 peptídeo juntamente com outra matéria-prima, a Alantoína, proporcionam suavidade, cicatrização, hidratação e regeneração epidérmica, com efeito anti-inflamatório que evita o ressecamento e vermelhidão da pele, comuns após procedimentos.

Em quanto tempo os efeitos são observados?
Segundo a marca, em estudos com o produto, após 30 dias de uso diário de Depilare, constatou-se a diminuição da quantidade de fios, com a redução de 20% a 50% dos folículos pilosos ativos, conforme o método de depilação escolhido e após 60 dias de utilização, os resultados ficam ainda mais visíveis.

Versões do Depilare

Há duas versões para o produto: de uso corporal com 140 ml e na embalagem de 15 ml com exclusivo aplicador fresh roller em inox, que proporciona efeito massageador e refrescante, ideal para uso facial. O ideal é aplicá-lo antes do hidratante.

Indicado para homens e mulheres, no rosto pós-barba ou em pernas, virilha, axila, sobrancelhas e buço, o produto também age clareando a pele nos casos de escurecimento causado pelos diferentes métodos de depilação.

Fonte: Buona Vita

Leia Mais ►

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada