Teste genético que detecta câncer de mama

Chega ao Brasil o teste genético de recorrência de câncer de mama.

Prosigna. SIM, já existe um teste genético que detecta câncer de mama. Este é o nome do teste genético para identificar o risco de recorrência tardia de câncer de mama em até dez anos após o diagnóstico.

Destinado a mulheres diagnosticadas com câncer de mama invasivo em estágio inicial, o Prosigna® é um teste de assinatura genética do tumor que usa o classificador molecular PAM50 para traduzir a biologia tumoral em um escore prognóstico individualizado para cada paciente.

Teste genético de recorrência de câncer de mama
Teste genético de recorrência de câncer de mama

O Prosigna® é capaz de quantificar, através do classificador molecular PAM50, a expressão de 50 genes associados ao tumor, além de oito genes de referência, fornecendo um escore chamado risco de recorrência.

Trata-se de uma assinatura genética única, capaz de identificar os subtipos moleculares intrínsecos, definidos como luminal A, luminal B, HER-2 enriquecido e basal-símile. O teste chegou ao Brasil no início deste mês e foi apresentado à classe médica durante o XVIII Congresso Brasileiro de Mastologia 2015, realizado de 03 a 06 de junho, em Curitiba.

“Mulheres com câncer de mama com expressão de receptores de estrogênio em fase inicial apresentam, habitualmente, um bom prognóstico. Contudo, nesta população, cerca de 50% das recorrências acontecem após cinco anos do diagnóstico. Sendo assim, o grande diferencial desse teste é o fato de ele identificar o risco de recorrência do câncer de mama em um período de 10 anos após o diagnóstico”, revela a biomédica geneticista Drª. Tânia Vulcani.

Leia mais sobre Saúde dos Seios.
Conteúdo do Saúde da Mulher é informativo/educativo. Não exclui consulta com profissional de saúde. Este artigo pertence ao Saúde da Mulher. Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.

Mais posts...

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada