Nutricosméticos substituem a alimentação saudável?

Os nutricosméticos vem ganhando cada vez mais espaço na busca das brasileiras pela pele, cabelo e corpo perfeitos. Eles são comprimidos feitos de minerais, vitaminas e combinações de complexos para reforçar a beleza que vem de dentro.

Mas os nutricosméticos substituem a alimentação saudável? Saiba a opinião da nutricionista Vanessa Suzuki, especialista em Nutrição Clínica e Estética que diz que a alimentação correta tem o mesmo efeito dos remédios, mas a quantidade de nutrientes ingeridos está longe de ser a ideal.

Nutricosméticos substituem a alimentação saudável?
Nutricosméticos substituem a alimentação saudável?

— Uma alimentação balanceada deve suprir todos os nutrientes que o organismo necessita para a saúde e consequentemente para a beleza, mas isso é quase impossível de se conseguir, já que ninguém carrega uma enciclopédia nutricional debaixo do braço, além de um caderninho anotando tudo o que comeu ou deixou de ingerir durante o dia.

Apesar do consenso de que a alimentação correta é a chave para pele e cabelos de dar inveja, o "pulo do gato" dos nutricosméticos está na concentração de cada ativo. Determinados benefícios só são alcançados com doses altas de vitaminas e minerais e mesmo com uma dieta rica e variada são difíceis de ser supridos. Cristina Del Magro pontua:

— A alimentação correta supre necessidades, sim, na maioria dos casos, embora algumas substâncias necessitem suplementação oral, pois seria impossível recebermos as quantidades necessárias pela alimentação. O problema é que conseguir essa alimentação correta é quase impossível.

Mas quem pensa em largar os tratamentos convencionais de vez deve ir com mais calma. De acordo com a dermatologista Cristina Del Magro, as cápsulas da beleza ainda não vão tomar lugar dos tratamentos convencionais.

— Até o presente momento os tratamentos com cremes, medicamentos, procedimentos a laser, toxina botulínica e preenchimentos são superiores nos resultados, quando pensamos em saúde e beleza da pele.

Fonte: R7
Leia Mais ►

Unhas de gel podem causar câncer de pele

Acaba de ser divulgado um estudo na revista “Archives of Dermatology”: Unhas de gel podem causar câncer. A razão seria a exposição das mãos à máquina responsável por secar as unhas de gel pode causar câncer de pele.

A publicação não mostrou um estudo hipotético e sim, divulgando dois casos comprovados em que duas mulheres teriam desenvolvimento um tipo de câncer de pele, chamado carcinoma espinocelular no dorso das mãos. E - importante - nenhuma das duas tinha histórico de câncer de pele na família. O aparelho emite radiação UVA e seria ela a responsável pela doença.


Unhas de gel causam câncer de pele

Em comum, as duas mulheres tinham o hábito de usar há cerca de 15 anos as unhas em gel. A conclusão do estudo é que as máquinas que secam as unhas artificiais são similares às câmaras de bronzeamento, proibidas no Brasil desde 2009.

Leia mais sobre Saúde das Unhas.

Não importa de onde venha os raios UV, se do sol, das câmaras de bronzeamento ou das câmaras das unhas acrigel, o fato é que a exposição aos raios ultravioleta (UV) causa câncer de pele.

Assim, o melhor que as mulheres adeptas às unhas que duram mais de 15 dias têm a fazer é mesmo voltar a frequentar semanalmente ao salão de beleza para fazer as unhas.

Fonte: Portal das Unhas
Foto: Salão Beatriz
Leia Mais ►

Viagra feminino: Lybrido será o viagra para mulheres

Um novo medicamento está sendo estudado para agir na libido da mulher e poderá ser considerado o Viagra feminino que chegará em 3 anos. A nova pílula, chamada Lybrido, promete aumentar o desejo de uma mulher, além de tornar o ato mais satisfatório.

Com vendas mundiais em quase R $ 1,5 bilhão por ano, os cientistas já tentaram criar outras versões do Viagra para mulheres. Entretanto, as tentativas anteriores não obtiveram sucesso, porque a baixa libido feminina muitas vezes decorre de fatores psicológicos tanto quanto fatores físicos.

Viagra para mulheres: Lybrido será o viagra Viagra feminino

Agora, pesquisadores da empresa holandesa Emotional Brain, acreditam que resolveram o problema com um comprimido dois-em-um, que deve ser tomado três horas e meia antes da relação.

O medicamento usa uma combinação de testosterona e de uma droga semelhante à do Viagra, chamada sildenafil, que funciona tanto no cérebro quanto no corpo para aumentar a sinalização da libido. A hortelã é outro dos componentes da fórmula.

Os resultados experimentais alcançados indicam que a droga poderá ser comercializada dentro de três anos. O medicamento se mostrou eficaz para mulheres com baixo desejo sexual e motivação como resultado da insensibilidade aos estímulos sexuais. O Lybrido aumenta motivação sexual central e a resposta sexual fisiológica, tal como o inchaço do tecido eréctil e lubrificação vaginal.

Um estudo envolvendo mais de 200 mulheres em os EUA acaba de terminar. Os resultados completos ainda estão sob sigilo, mas o pesquisador Adriaan Tuiten os descreve como “muito, muito promissores”.


Leia mais sobre Saúde íntima.

Testes com o Viagra feminino resultados (Lybrido)


1. Viagra feminino, ação


  • Segundo Tuiten, com a droga, as mulheres fizeram amor com mais frequência e eram mais propensas a atingir o orgasmo. 


2. Viagra feminino, efeitos colaterais


  • dores de cabeça 
  • rubor da face 
  • rubor pescoço
  • outros não especificados


Leia Mais ►

Pílula do dia seguinte sem limite de idade para compra nos EUA

Nos Estados Unidos não há mais limite de idade para a comprar a pílula do dia seguinte. Isso aconteceu por insistência dos tribunais para seja disponibilizado a qualquer mulher sem receita médica, idade ou autorização dos pais no caso de menores de idade, mas o presidente Barack Obama - que fique claro - era contrário à decisão.

Leia TUDO sobre anticoncepcionais no Saúde da Mulher.

Recentemente, o Ministério da Saúde baixou 17-15 anos, a idade mínima para a venda da pílula, comercializado nos EUA como “Plan B One-Step.” A administração afirmou que não recorrerá.

Pílula dia seguinte comprar nos Estados Unidos
Pílula dia seguinte sem limite de idade para compra nos EUA

Este é o final de uma longa guerra entre a FDA, a agência federal que regula alimentos e medicamentos, o Ministério da Saúde e os tribunais. A pílula do dia seguinte foi aprovada pelo FDA em 1999 mas até 2009 não chegou às farmácias. Em 2011, o FDA aprovou não se aplicar o limite de idade à venda, mas o ministro da Saúde, Kathlen Sebelius, proibiu ser fornecido para crianças menores de 17 anos, se não tivessem prescrição.

Isto foi visto pelos críticos de Barack Obama, porque ele defendeu a decisão de Sebelius, ele pensava em suas próprias filhas, como uma tentativa do presidente de agradar a base conservadora do Partido Republicano num ano eleitoral.

“Como pai de duas filhas”, disse Obama, “Eu acho que é importante que nós temos certeza que vamos aplicar o bom senso.”

Para os críticos da medida, a venda indiscriminada da pílula pode ajudar a aumentar a promiscuidade e abuso sexual, enquanto convenientemente desencorajará as visitas ao médico.

“Estamos preocupados e decepcionados, porque o que vemos aqui é que o governo cedeu à pressão política, em vez de colocar em primeiro lugar a saúde do meninas e direitos dos pais “, disse Anna Higgins, membro do conselho do Centro de Dignidade Humana “,

Os defensores da pílula, no entanto, dizem que a nova disposição vai ajudar a reduzir a gravidez indesejada e aborto quando a gravidez avança. A decisão “fará com que a que a contracepção esteja disponível nas prateleiras das lojas, como os preservativos”, disse Cecile Richards, presidente da Federação Nacional dos Centros de Planejamento Parenthoud, a principal organização dedicada a reprodução humana e pró-aborto.

“Isso é o que as feministas têm lutado por tanto tempo: pílula do dia seguinte disponível para todas as mulheres, de todas as idades, na prateleira da loja”, disse Annie Tummino, Movimento Nacional de Libertação da Mulher.

Enquanto isso, aqui no Brasil, políticos estão se ocupando em tentar aprovar o polêmico “Estatuto do Nascituro”, idéia liderada pelo pastor Feliciano que declara-se contra direitos homossexuais, contra o aborto e defende amplamente suas convicções religiosas.

IMPORTANTE!

O Saúde da Mulher friza que a pílula do dia seguinte só deve ser usado em casos extremos, ou seja, quando as outras formas de prevenção da gravidez não deram certo - como um rasgo na camisinha - por exemplo.

Isso porque, a pílula do dia seguinte contém altíssimas doses hormonais, cerca de todo o conteúdo de 21 pílulas anticoncepcionais tradicionais. Leia sobre os efeitos negativos do abuso da pílula do dia seguinte AQUI!

Fonte: NYTimes
Leia Mais ►

Rede Cegonha para gravidez de alto risco

Portaria garante ampliação de maternidades especializadas em gestação de alto risco, que devem beneficiar cerca de 390 mil mulheres; investimento esperado é de R$ 123 milhões por ano

Rede Cegonha: O Ministério da Saúde vai investir na implantação e na qualificação dos serviços especializados em atendimento às gestantes de alto risco. Ampliar a oferta de maternidades especializadas e garantir maior segurança e melhor atendimento às gestantes e aos bebês em situações especiais é o que prevê a Portaria 1.020, publicada nesta sexta-feira (31). Com essa iniciativa, o Ministério da Saúde estima um investimento de R$ 123 milhões por ano. A estimativa é que cerca de 390 mil mulheres em situação de risco sejam beneficiadas.


Leia mais sobre Gravidez.

“A iniciativa vai permitir que a mulher e o bebê recebam os cuidados adequados às condições de alto risco desde o pré-natal até o pós-parto, conforme preconizado pela estratégia Rede Cegonha, que reforça a humanização do atendimento e as boas práticas de atenção ao parto e nascimento. Com a qualificação do pré-natal, é possível reduzir as taxas de prematuridade, de mortalidade materna e neonatal”, explica o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Rede Cegonha para gravidez de alto risco

Hoje, existem 196 maternidades de referência em gestação de alto risco habilitadas pelo Ministério da Saúde. A expectativa, com a nova portaria é de que o número de maternidades dobre, chegando a 390, e de que o número de leitos qualificados em Gestação de Alto Risco seja de 2.885 até 2014.

A partir de agora, todas as maternidades habilitadas como Alto Risco Tipo 1 (de menor complexidade) e Alto Risco Tipo 2 (de maior complexidade) receberão do Ministério da Saúde valores de custeio diferenciados por cada procedimento (partos e cesarianas em gestação de alto risco). Os valores serão escalonados de acordo com a habilitação – a maternidade Tipo 2 receberá um incremento de 30% nos valores em relação à Tipo 1). A diferença entre as duas maternidades é em relação aos recursos tecnológicos e recursos humanos, sendo a Tipo 2 mais preparada para atendimento de casos mais graves.

A nova portaria prevê ainda o repasse de incentivos da Rede Cegonha para as maternidades habilitadas por cada leito obstétrico qualificado como alto risco. Os leitos já reservados hoje para atendimento de alto risco vão receber um incentivo de R$ 220 por diária. Os novos leitos obstétricos que forem habilitados receberão os R$ 220 de incentivo mais R$ 260 correspondentes aos procedimentos diferenciados, ou seja, R$ 480.

De acordo com a coordenadora da área da Saúde da Mulher do Ministério da Saúde, Esther Vilela, o documento aborda o cuidado continuado da mulher e do recém-nascido e enfatiza a implantação de uma rede de saúde, por meio de um cuidado que vai desde o pré-natal, o parto, o puerpério e o planejamento reprodutivo, com equipes multidisciplinares formadas por médicos, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais, entre outros. “Todos preparados para atender e acolher na rede pública essas usuárias, colaborando com a boa evolução da gestação e do parto e, consequentemente, com a redução da mortalidade materna e neonatal”, diz.

CASAS DE GESTANTE – Outra ação prevista na portaria é o repasse de incentivos para a implantação, ampliação, reforma e custeio das Casas da Gestante, Bebê e Puérpera (CGBP), espaços de cuidado vinculados às maternidades de alto risco. No ano passado, foram aprovados 33 projetos para implantação de CGBP no país, sendo 14 para construção, dois para reforma e 17 para ampliação. Desse total de obras, estão previstas pelo menos 18 CGBP em funcionamento até o fim de 2014.

Os incentivos variam de acordo com a capacidade de acolhimento de usuárias, que podem ser de 10, 15 ou 20 gestantes e puérperas por Casa. As variações vão de R$ 40 mil a R$ 50 mil para implantação, R$ 238,5 mil a R$ 447,7 mil para ampliação, R$ 143,1mil a R$ 268,6 mil para reforma, e R$ 20 mil a R$ 60 mil de custeio mensal.

As CGBP proporcionam um atendimento humanizado às pacientes em situação de vulnerabilidade que precisam de monitoramento. A medida evita que a mulher fique internada no hospital, contribuindo para melhorar a gestão dos leitos de gestação de alto risco dentro das maternidades.

São consideradas gestantes de alto risco as grávidas portadoras de doenças que podem se agravar durante a gestação ou que apresentarão problemas que podem ter sido desencadeados nesse período. São exemplos de alto risco: hipertensão, diabetes, infecções, doenças do coração e do aparelho circulatório.

Por Tatiana Alarcon, da Agência Saúde ̶ ASCOM/MS


Leia Mais ►

Vinagre detecta câncer de colo de útero

Um teste simples e muito barato pode revolucionar o tratamento do câncer de colo de útero. Uma gaze embebida em vinagre ajuda a detectar câncer de colo de útero. O método está sendo chamado de detecção visual e constata se a pessoa tem ou não a doença.

Vinagre para câncer de colo de útero
Vinagre detecta câncer de colo de útero/foto.

Por que o vinagre detecta o câncer no colo do útero?


O diagnóstico é dado quando uma lâmpada incandescente ilumina a gaze embebida em vinagre, a qual foi previamente esfregada no colo do útero da mulher.

Os tumores pré-cancerígenos ficarão brancos ao serem iluminados. E é quase inacreditável a rapidez com que é dado o resultado, em apenas um minuto após ser aplicada a luz. Além da enorme redução de custos, o diagnóstico instantâneo é uma grande vantagem para pacientes de áreas rurais que precisam viajar horas para receber atendimento médico.

>> Leia mais sobre: Saúde Íntima.

O estudo clínico foi feito com 150 mil pacientes na Índia ao longo de 15 anos e os resultados foram apresentados no domingo (2), ontem, portanto, nos Estados Unidos, durante a conferência anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica.

A pesquisa foi conduzida com indianas entre 35 e 64 anos de idade, examinadas a cada dois anos. Segundo os autores, os testes indicaram uma redução de 31% na taxa de mortalidade provocada pelo câncer de colo do útero graças ao exame.

>> Complemente sua leitura com o artigo: Câncer no colo do útero: pesquisa reveladora!.

Fonte: G1.

Leia Mais ►

Cosmiatria: o que é esse tipo de dermatologia estética

A medicina moderna é dividida por especialidades e a medicina contemporânea, ou seja, ainda mais moderna, tem ainda mais divisões, como subdivisões (como a cosmiatria, por exemplo), na verdade, com isso tem-se médicos ainda mais especializados. Mas o que é cosmiatria?

NOVIDADE: Color Shifting Cream: maquiagem muda de cor com sol ou água

A Dermatologia, por exemplo, é especialidade médica responsável pelas doenças da pele, unhas e cabelos. Já a Cosmiatria seria uma sub-especialidade dermatológica. Então...

Então, cosmiatria e medicina estética são basicamente a mesma coisa.

Cosmiatria: o que é?


Cosmiatria: o que é esse tipo de dermatologia estética
Cosmiatria: o que é esse tipo de dermatologia estética 
Os médicos cosmiatras, além de cuidar das doenças, cuidam da estética da pele, como linhas de expressão, sulcos, rugas de expressão, manchas na pele, envelhecimento precoce, etc.

Como o nome já diz cosmiatria -- lembra cosméticos, não é mesmo? Assim, o médico dermatologista que com mais essa especialização pode ser chamado de cosmiatra.



Os dermatologistas cosmiatras costumam realizar procedimentos estéticos em consultórios como ultrassom microfocado para flacidez, por exemplo, e os diversos tipos de peelings. As prescrições dos cosmiatras muitas vezes contemplam os 'dermocosméticos' e 'cosmecêuticos', que são medicamentos e cosméticos ao mesmo tempo.

>> Leia tudo o que já foi escrito sobre cosmiatria no Saúde da Mulher.
Leia Mais ►

Mais posts...

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada