• Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher
  • Anunciar no Saúde da Mulher

Mulheres com estresse têm mais vontade de comer doces, revela estudo

Estudos comprovam: Mulheres com estresse têm mais vontade de comer doces. Uma pesquisa da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP (Universidade de São Paulo) mostrou que mulheres estressadas têm sete vezes mais chances de desenvolver a Dependência de Substâncias Doces (DSD), também conhecida como fissura por alimentos doces.

O estudo foi realizado pela aluna de mestrado Danielle Marques Macedo, sob orientação da professora Rosa Wanda Diez Garcia, do Departamento de Nutrição e Metabolismo da FMRP.

Mulheres com estresse têm mais vontade de comer doces
Mulheres com estresse têm mais vontade de comer doces

A amostra do estudo foi composta por 31 mulheres com estresse e 26 mulheres sem estresse. A maioria das mulheres com DSD afirmou que comem doces para se sentirem melhor (ou para mudar o estado de humor).

Segundo Danielle, as principais características das mulheres com estresse foram: baixa escolaridade, baixa renda socioeconômica, presença de problemas conjugais e insatisfação com o ambiente de trabalho. Foram selecionadas 57 mulheres saudáveis de 20 a 45 anos e com o IMC (Índice de Massa Corporal) na faixa de sobrepeso.

Esta pesquisa me deixou com uma curiosidade. Será que o estresse aumenta a vontade de comer doces apenas em mulheres ou isso também vale para os homens também?

Foto: Flickr.

Leia mais sobre Mulher.
Conteúdo do Saúde da Mulher é informativo/educativo. Não exclui consulta com profissional de saúde. Este artigo pertence ao Saúde da Mulher. Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada