Prolactina, o hormônio do leite materno

O  hormônio prolactina é produzido durante a gravidez e, após parto, durante a amamentação. A prolactina (LTH) atua sobre as glândulas mamárias, estimulando seu crescimento e a produção de leite.

A continuidade da produção da prolactina depende de estímulos nervosos produzidos pela sucção da mama pelo bebê. É por isso que quanto mais amamentamos, mais leite produzimos.

A prolactina em conjunto com os hormônios femininos progesterona e o estrógeno promovem o crescimento e funcionamento das glândulas mamárias.

Em algumas patologias, como na gravidez psicológica, pode ocorrer a hiperprolactinemia, que é a produção exagerada do hormônio, estimulando a produção de leite, mesmo quando a mulher não está grávida ou amamentando.
Conteúdo do Saúde da Mulher é informativo/educativo. Não exclui consulta com profissional de saúde. Este artigo pertence ao Saúde da Mulher. Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.

2 comentários:

  1. Tenho galactorreia desde os dezenove anos e, meus filhos não mamaram leite materno. Teria alguma alteração no leite que os fizeram não aceitar meu leite? Essa anomalia pode me causar outros tipos de problemas na saúde? Seria eu, uma provável "candidata" ao câncer de mama?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo.

Não indicamos medicamentos, pois apenas um médico, dentista e farmacêutico são autorizados a prescrever prescrever medicamentos e, ainda sim, em um local físico de trabalho.

Fornecemos aconselhamento/assistência farmacêutica.

Infelizmente, não conseguimos responder a todas as perguntas, mas muitas são respondidas pelos próprios internautas que veem as perguntas e as respondem.

ATENÇÃO!
Respostas que não foram escritas pelo Saúde da Mulher NÃO são de responsabilidade do Blog.

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada