Bela consultora virtual do Beleza Natural

Conheça Bela consultora virtual do Beleza Natural.

Bela consultora virtual do Beleza Natural
Bela consultora virtual do Beleza Natural

Linda, jovem, carismática e colaboradora da maior rede brasileira especializada em cabelos crespos e ondulados. Esta é Bela, a consultora virtual do Instituto Beleza Natural, que inova mais uma vez e apresenta sua nova “voz” nas redes sociais. Criada pela Diz’Ain, agência carioca de presença digital, a linda cacheada é figura fundamental no processo de reposicionamento da marca, que acaba de modernizar todas as embalagens das linhas de produtos bn.Clássicos e bn.Pro.

A consultora virtual Bela está em todos os ambientes digitais em que o Beleza Natural se encontra, principalmente na seção de Perguntas Frequentes do site e no Facebook, para conversar com as consumidoras, tirando dúvidas e apresentando as características e benefícios de cada produto da linha repaginada.

Leia também: O que é ácido felúrico e pra que serve?

Com mais de 400 mil fãs no Facebook e uma média de 180 mil visitas mensais no seu site, a interatividade é o ponto alto do Beleza Natural nas redes sociais.

“A nossa cliente tem uma série de dúvidas em relação aos tratamentos e aos cuidados com os fios. Ela nos procura o tempo inteiro. A Bela é uma especialista que fala a língua da nossa cliente, com a credibilidade que uma porta-voz requer”, ressalta Márcia Silveira, Gerente de Comunicação do Beleza Natural.

Leia também: BB Cream para cabelos? Sim. São 19 benefícios do bb cream capilar...


A principal função da consultora Bela é a de sanar dúvidas antes e após a visita aos Institutos, assim como dar dicas de moda e beleza.

“Identificamos uma alta demanda por dúvidas simples no processo de monitoramento de menções que fazemos para a marca”, esclarece Juliana Diniz, diretora da Diz’Ain, agência digital idealizadora da personagem.

Para construir a personagem (que no futuro ganhará forma e movimento em 3D), a agência fez pesquisa por referências estéticas e de comportamento de mulheres ícones de beleza e de suas 130 mil consumidoras mensais e mais de 3 mil colaboradoras da marca. Até mesmo o uniforme da consultora Bela é idêntico ao das funcionárias. A estratégia agora é aproximá-la do seu público para que humanize a marca e se torne amiga e conselheira em momentos especiais.

Leia também: Itens de beleza pra lá de diferentes, inusitados mesmo!

Fonte: Beleza Natural

Leia Mais ►

Copo Menstrual: Saiba TUDO sobre ele!

Copo menstrual: entenda como funciona e como usar os copos menstruais, além das vantagens em relação aos absorventes internos.



Copinhos Menstruais: Saiba TUDO sobre eles!
coletores menstruais coloridos!!


O copo menstrual de silicone foi criado nos Estados Unidos para substituir os absorventes internos e também são úteis para quem tem alergia ao material dos absorventes (internos ou comuns).

COPO MENSTRUAL: SAIBA TUDO SOBRE ELE!

Confira abaixo várias características do copo menstrual.


Copo menstrual é uma opção econômica


Independentemente do preço do copo menstrual, a longo e médio prazo, ele sairá mais barato do que comprar absorventes todo mês.


>>Leia também: Menstruar ou não menstruar.


Copinhos menstruais são hipoalergênicos


Quem tem alergia ao material dos absorventes (internos ou comuns) vai se beneficiar do uso do coletor menstrual de silicone. Assim, podemos dizer que os copinhos menstruais são hipoalergênicos e super seguros. Mas atenção! Para serem hipoalergênicos, os copos menstruais precisam ser feitos de silicone cirúrgico. Possíveis alergias podem ser causadas se a limpeza e higienização não for feita de maneira correta, como mostramos mais abaixo.


Copinhos menstruais são eco-sustentáveis


Muito comum nos EUA, esta novidade no mercado de higiene feminina, o copo menstrual pode durar até 10 anos, o que o torna ecossustentável, já que não é descartado junto com o lixo comum.


Como higienizar o copo menstrual


A higienização do copo menstrual deve ser feita com água e sabão neutro. Alguns fabricantes dos copinhos de silicone comercializam um gel ou líquido para higienização, no entanto, não é necessário a utilização de tais produtos, já que a água e o sabonete darão conta do limpar corretamente o acessório. É de suma importância que no final do ciclo o copinho menstrual seja esterilizado em água fervente, onde deve permanecer por 2 minutos e meio. Depois ele deverá ser guardado na bolsa coletora que acompanha o produto.


Quanto tempo dura um copinho menstrual?


Se lavado e esterilizado corretamente, o copo menstrual pode durar até 10 anos, quando deverá ser substituído. Então, se hoje você comprar um copinho menstrual e usá-lo todo sando mês, provavelmente em 10 anos você deverá comprar outro. Mas para ele ser ainda mais ecológico, lembre-se de descartá-lo em coleta seletiva para plásticos.


Como colocar o copo menstrual?


Na própria embalagem do fabricante vem um folheto explicativo de como colocar o copo menstrual, mas na imagem abaixo pode ser conferida duas maneiras corretas de colocar o dispositivo no corpo. Uma delas se adequará a você.

Copinhos Menstruais: Saiba TUDO sobre eles!
Copinhos Menstruais: como colocar os copos menstruais


Quanto tempo o copo menstrual pode ficar no corpo?


Primeiramente olhe na embalagem (ou folheto explicativo) do copinho menstrual de cada fabricante. Em geral, a troca pode ser feita entre 8 e 12 horas. No entanto, isso também pode depender da quantidade de fluxo diário da mulher (que varia de 30 a 100 ml por dia). Os copinhos menstruais possuem capacidade que varia de 25 a 30 ml, a depender do tamanho e fabricante.


>>Leia também: Amenorreia, significado, causas e sintomas.


Tamanhos de coletores de menstruação. Qual o melhor pra mim?


Os copinhos menstruais possuem dois tamanhos diferentes, variando quanto ao diâmetro do dispositivo. O menor possui cerca de 4,0 cm de diâmetro e o maior possui 4,3 cm de diâmetro, tendo ambos 7,2 cm de altura. Embora a diferença seja muito pouca (menos de meio centímetro), o copo pequeno é ideal para mulheres entre 25 a 30 anos de idade e também para aquelas que não possuem filhos nascidos de parto normal. Já o maior é indicado para quem tem mais de 30 anos e para aquelas já tiveram um parto normal (vaginal).

Leia Mais ►

Dicas para manter a região íntima feminina saudável

A região íntima feminina necessita de cuidados especiais porque é uma área de mucosa que permanece a maior parte do tempo abafada por calças, ou seja, não há ventilação. A umidade do local e o pH vaginal favorecem o aparecimento de fungos como a Cândida albicans que causa problemas como candidíase/ vaginite.

Dicas para manter a região íntima feminina saudável
Dicas para manter a região íntima feminina saudável

Mas alguns cuidados podem manter a região íntima da mulher saudável, como fazer uma boa higiene da região genital da mulher.






Dicas para manter a região íntima feminina saudável



  1. Use sabonetes com pH ácido (entre 3,5 e 5), que são os sabonetes líquidos específicos para a região íntima feminina, os sabonetes íntimos femininos. Eles deixarão a região íntima feminina com o pH adequado, entre 4 e 4,5.
  2. Não abafe a região, pois isso promove o desenvolvimento de fungos o que pode causar vaginite, por exemplo.
  3. Evite usar os protetores diários de calcinha (mini-absorventes) e roupas apertadas. Invista em lingeries de algodão para usar no dia a dia.
  4. Lave a calcinha com sabonete próprio. Os convencionais e os detergentes em pó ou líquidos podem causar irritações e/ou alergias no seu corpo.
  5. Na praia ou piscina, não fique com o biquíni molhado. Troque-o se não for mais mergulhar já que o ambiente úmido e quente favorece a proliferação de fungos e bactérias.
  6. Não depile os pelos pubianos da região íntima. Eles protegem a região íntima feminina, então evite apará-los totalmente.
  7. Troque os absorventes (externo ou interno), no máximo, a cada quatro horas. Após esse período o absorvente torna-se um irritante e ambiente propício ao desenvolvimento de bactérias e fungos.
Fonte: Dra. Renata Fraia - Farmacêutica
Leia Mais ►

Exame em bebês detecta intolerância a lactose (exame NutriJunior)


Exame em bebê indica propensão a desenvolver intolerância à lactose e evita complicações decorrente.

Exame em bebês detecta intolerância a lactose (exame NutriJunior)
Exame em bebês detecta intolerância a lactose (exame NutriJunior)

Quem tem intolerância à lactose sabe que enfrentar esse distúrbio digestivo não é fácil. E o problema é mais comum do que se imagina já que a estimativa é a de que 70% dos brasileiros apresentam certo grau de intolerância à lactose (leve, moderado ou grave).

A dieta de exclusão de leite e derivados deve ser vista com cautela, uma vez que a oferta de cálcio na alimentação deve ser mantida, pois o nutriente, juntamente com a vitamina D, é indispensável para a formação da massa óssea saudável.

Mas você sabia que nossos genes carregam informações que podem indicar a propensão ao problema? E que se ele for descoberto nos primeiros anos de vida, a dieta pode evitar muitos dos problemas decorrentes dessa intolerância?

Leia também: Como doar leite materno | Locais de coleta.

Para isso, existe o exame NutriJunior®, exame do Centro de Genomas®, que pode ser realizado assim que o bebê nasce, ou durante consulta na clínica do médico pediatra. É necessário apenas extrair células da mucosa oral, com a saliva, ou pela coleta de sangue, para a coleta do fluído biológico contendo o DNA da criança a ser analisado pelo Laboratório Centro de Genomas®.

Dentre as propensões a várias doenças, esse exame investiga a predisposição de desenvolvimento do tipo mais comum da intolerância à lactose. a intolerância primária à lactose.

"O exame do NutriJunior® investiga a intolerância primária à lactose, também chamada de hipolactasia primária. Nós avaliamos um polimorfismo em MCM6, promotor do gene da lactase (LCT)", 

Explica Tatiane Fujii, nutrigeneticista do Centro de Genomas®.

Leia mais sobre Gravidez no Saúde da Mulher
Leia Mais ►

O que é ácido felúrico e pra que serve o ácido felúrico?

Um ativo relativamente novo faz milagres por sua pele, sobretudo se sua formulação vier acompanhada de outros ativos. Mas vamos começar do início informando o que é ácido felúrico. Sabia que primeiramente foi encontrado em plantas?


O que é ácido felúrico


O ácido ferúlico é encontrado em sementes e nas folhas de muitas plantas, especialmente em:
  • farelo de milho e arroz, 
  • em todas as partes do trigo e aveia, 
  • café, 
  • maçã, 
  • alcachofra, 
  • amendoim, 
  • laranja e 
  • abacaxi.

Atualmente, ele é sintetizado em laboratórios farmacêuticos para ser usado em dermocosméticos. Os cientistas "imitam" a fórmula do ácido felúrico encontrado na natureza.


Pra que serve o ácido felúrico?


A ação do ácido ferúlico é fornecer hidrogênio para a os radicais livres sejam neutralizados. Isso é importante já que os radicais livres estão relacionados ao envelhecimento celular. Assim, tem-se que o ácido felúrico é um potente antioxidante.

Os ésteres ferúlicos possuem potencial antitumoral, isso mesmo! O ácido felúrico atua em certas células como as de pulmão, cólon, mama e também no melanoma, um tipo de câncer de pele.

Outros estudos indicaram os derivados do ácido ferúlico como inibidor no processo de geração de melanina.

O ácido feúrico ainda atua na prevenção do dano causado pela radiação UV, sendo adicionado como ingrediente anti-idade. Neste caso, ele potencializa a estabilidade de ingredientes como a vitamina C e vitamina E.

Junto com a vitamina C o ácido felúrico é um interessante clareador de manchas de pele.

Vamos resumir todas as funções do ácido felúrico?

O ácido felúrico atua...

  1. no envelhecimento precoce
  2. como antitumoral (prevenção e tratamento do câncer)
  3. inibe a formação de melanina
  4. estabiliza a vitamina C em cremes cosméticos
  5. potencializa a vitamina E em cremes
  6. clareia manchas de pele.

Leia mais sobre: Cosmiatria.
 
Leia Mais ►

Engravidar após aborto espontâneo é melhor do que esperar 3 meses


Mulheres que engravidam dentro dos seis meses após um aborto tem mais chances de uma gravidez saudável, com menor probabilidade de um outro aborto, de acordo com um estudo britânico.

O conselho dado até hoje é que as mulheres esperem pelo menos três meses antes de engravidar novamente, enquanto a Organização Mundial de Saúde recomenda um intervalo de seis meses.

Engravidar após aborto espontâneo é melhor do que esperar 3 meses
Engravidar após aborto espontâneo é melhor do que esperar 3 meses

A espera é desnecessária e pode ser prejudicial, dizem os pesquisadores, especialmente para mulheres com mais de 35 anos, que são mais propensas a ter problemas para engravidar e ter um maior risco de defeitos congênitos.

Como foi o estudo sobre as mulheres que engravidam após aborto ESPONTÂNEO





A equipe da Universidade de Aberdeen analisou dados de quase 31 mil mulheres que tinham sofrido um aborto e engravidaram novamente. Aquelas que conceberam no prazo de seis meses após um aborto espontâneo têm 44 por cento menos probabilidades de ter um segundo aborto do que aquelas que tiveram um intervalo de seis a 12 meses antes de ficarem grávidas novamente.

Eles também tinham 52 por cento menos probabilidades de ter uma gravidez ectópica - quando o feto desenvolve-se em na tuba uterina e tem de ser removido - ou interromper a gravidez.

O estudo descobriu que mulheres que conceberam no prazo de seis meses, foram 10 por cento menos propensos a precisar de uma cesariana ou de ter um bebê prematuro, e 16 por cento menos probabilidades de ter um bebê de baixo peso ao nascer.

Mulheres com um intervalo de mais de dois anos foram cerca de duas vezes mais chances de ter uma gravidez ectópica segunda ou uma terminação.

Os autores disseram que não ficou claro por que a fertilidade diminuiu com um intervalo mais longo.

Outros pesquisadores têm sugerido uma gravidez pode aumentar a capacidade funcional do sistema reprodutivo, enquanto as mulheres que engravidaram recentemente podem levar uma vida saudável.

Ruth Bender Atik, diretor da Associação aborto disse: "É um estudo muito interessante. "Eu acho que vai ser reconfortante para as mulheres, muitas delas querem engravidar novamente logo após um aborto, mas ficam preocupadas com isso."

No entanto, os médicos sublinharam que o sofrimento psicológico também foi um fator importante quando se aconselha a mulher a demorar para tentar novamente um bebê depois de um aborto espontâneo.


Mervi Jokinen, do Colégio Real de Parteiras, disse: "O aborto pode ter consequências emocionais, bem como um impacto físico em uma mulher.

"A decisão de uma mulher para planejar uma gravidez subsequente é aquela que gostaríamos de incentivá-la a discutir com seu médico e parteira.
Leia Mais ►

Mamografia: dicas para sentir menos dor na mamografia

É quase um consenso, a mamografia dói, é o que quase todas as mulheres dizem, mas há várias dicas para sentir menos dor na mamografia. Mas sabia que há mulheres que não sentem dor na mamografia. Eu posso falar isso com extrema convicção, já que "eu não sinto dor na mamografia".

Isso foi absoluta verdade até a última vez em que fiz o exame de mamografia. Senti muita dor, muita mesmo. Fiquei 2 dias com muita dor. Quase não conseguia mexer os braços e fiquei à base de analgésicos e deitada. Um horror. Mas isso NÃO é motivo para você se assustar e correr ainda mais do exame.
Mamografia: dicas para sentir menos dor na mamografia
Mamografia: dicas para sentir menos dor na mamografia 
E como o que senti foi completamente contraditório ao que sempre dizia a todos "Não sinto dor na mamografia", resolvi que era a hora de escrever um post sobre o assunto, para ajudar a várias mulheres que têm medo de sentir dores na mamografia. Como farmacêutica-bioquímica, elaborei algumas dicas para sentir menos dor na mamografia ou não sentir nenhuma dor.






Criei a listinha abaixo ao ficar pensando muito e muito sobre o porquê de eu ter sentido tanta dor, já que nunca havia doído e falo isso porque faço mamografia anualmente por causa de vários casos de câncer de mama em minha família. Vamos às dicas?

 Dicas para sentir menos dor na mamografia ou NÃO sentir dor na mamografia


Leia também: Mastite, sintomas e tratamentos.


Não faça o exame durante o período menstrual: que engloba a TPM (cerca de 7 dias antes da menstruação), durante o sangramento e até 5 dias após a menstruação. Algumas mulheres também ficam com as mamas sensíveis durante a ovulação.
  1. Apalpe as mamas no dia anterior e também no dia em que a mamografia estiver marcada. Se sentir dor, ligue para o laboratório para desmarcar a mamografia [não deixe de ligar, já que outra mulher poderá realizar o exame em seu lugar].
  2. Tome bastante água no dia anterior à mamografia e consuma menos sal e alimentos com sódio. Tudo isso porque a água retida no organismo poderá as mamas mais sensíveis à dor.
  3. Beba chá diurético (apenas 1 xícara) e coma alimentos diuréticos no dia anterior ao exame e até 4 horas antes da realização da mamografia. Pepino, salsão (aipo) e agrião são alguns exemplos de alimentos diuréticos.
  4. Se tiver cistos ou calcificação nas mamas, avise a pessoa que for realizar seu exame, pode ser que ela aperte menos e/ou posicione melhor as suas mamas no aparelho de mamografia.
  5. Faça mamografia digital. Os aparelhos com a tecnologia para fazer a mamografia digital comprimem menos as mamas, o que causará naturalmente, menos dor, incômodo e desconforto nos seios.
  6. Durante 1 mês antes de fazer a mamografia procure consumir alimentos com ácidos graxos "gordura" do bem, como o ácido linoleico e o gamalinoleico. Eles estão presentes em alimentos como castanha do pará, salmão, sardinha, e azeite extra virgem. Eles ajudarão a reduzir o efeito dos hormônios dos seios.
  7. Tome um analgésico ou anti-inflamatório 2 horas antes de fazer o exame. Mas atenção: use SOMENTE o analgésico ou anti-inflamatório que você toma ou já tomou.
  8. Faça massagens suaves (com ajuda de um creme) para ajudar a desinchar e eliminar o excesso de líquido que puder estar acumulado nas células do tecido dos seios.
  9. Se for possível, coloque gelo ou algo gelado no seio, por alguns minutinhos antes de fazer o exame. E se após o exame ainda ficar um pouco dolorido, pode colocar mais um pouco de gelo.

 Leia também: 10 motivos para fazer mamografia.

Espero que estas dicas de como evitar a dor na mamografia (ou amenizar a dor) ajudem a todas as mulheres que sentem dor na mamografia, mas que são corajosas o suficiente (e amam viver suficientemente) para não fugir da mamografia... Que anda salvando MUITAS VIDAS, e pode salvar a sua também.

Por Renata Fraia - farmacêutica e autora deste blog.

marcadores para este post: mamografia, dor na mamografia, mamografia dói.
Leia Mais ►

Quais alimentos são bons para crescer o cabelo


O fio de cabelo é praticamente pura queratina, um tipo de proteína. Assim, ao ingerirmos uma boa quantidade de proteínas, os cabelos irão crescer mais e crescer fortes e resistentes. Mas não são apenas as proteínas que fazem crescer o cabelo... Vamos ver quais alimentos são bons para crescer o cabelo?

Quais alimentos são bons para crescer o cabelo
Quais alimentos são bons para crescer o cabelo - ESPINAFRE

Quais alimentos são bons para crescer o cabelo


Os 10 alimentos na lista abaixo, além de serem ricos em proteínas, são ricos em vitaminas, minerais e antioxidantes.


1 – Peixes ricos em ômega-3, como salmão e sardinha;

2 – Ovos (a clara é pura proteína albumina);

3 – Lentilha;

4 – Trigo integral e gérmen de trigo;

5 – Espinafre, couve e agrião;

+ Leia mais sobre Saúde dos Cabelos.

6 – Arroz integral;

7 – Melão rosado (cantalupo);

8 – Mirtilo (blueberry);

9 – Frutas cítricas;

10 – Algas marinhas.

Leia Mais ►

BB Cream para cabelos? Sim. São 19 benefícios do bb cream capilar...

Se você está lendo este post mas está com pressa, já vou ao que interessa, de fato: o BB Cream para cabelos tem nada mais, nada menos que 19 funções para tratar da saúde dos cabelos :-O

É de ficar de boca aberta mesmo!! Confira os benefícios do BB Cream para os cabelos (ou bb cream hair), como age e como usar...

BB Cream para cabelos. benefícios do bb cream capilar...
BB Cream para cabelos. Benefícios do bb cream capilar...


BB Cream para os cabelos - Benefícios


São 19 funções em um só produto. O bb cream capilar...

  1. revitaliza cabelos secos e danificados, 
  2. nutre os fios, 
  3. prolonga a cor dos cabelos tingidos, 
  4. protege contra os danos da chapinha e do secador, 
  5. hidrata, 
  6. desembaraça, 
  7. controla o frizz, 
  8. previne pontas duplas, 
  9. contém proteção UVA/UVB, 
  10. dá brilho, 
  11. .....maciez, 
  12. .....balanço 
  13. e sedosidade, 
  14. controla o volume, 
  15. revitaliza cachos, 
  16. facilita a escovação, 
  17. aumenta a durabilidade da escova, 
  18. ameniza a agressão das químicas, 
  19. neutraliza o cheiro de cigarro (até isso!).


BB Cream para cabelos - como funciona


O BB cream capilar trata o envelhecimento do fio, renova as células e sela a cutícula dos cabelos. Ele funciona como um creme que renova e protege os fios, sem dar muito trabalho para cuidar e manter. Perfeito pra quem não tem muito tempo, não?!


BB Cream capilar é indicado para quais tipos de madeixas?


O BB Cream para cabelos é bom para TODOS os tipos de cabelo. Ou seja, trata tanto os fios de mulheres que têm cabelos naturais, quanto daquelas com químicas ou tinturas nos fios. O resultado final são fios bem tratados, brilhantes e suaves.

BB Cream para os cabelos - como usar


Após a lavagem, e com os cabelos ainda úmidos, aplique o bb cream capilar conforme as instruções de cada marca (leia o rótulo), mas algumas marcas também podem ser aplicadas em fios secos. O bb cream capilar pode ser usado a cada duas semanas em quem tem cabelos danificados, ou seja, a cada 15 dias. Já quem tem fios saudáveis pode usar apenas uma vez por mês, para os fios não ficarem pesados. De qualquer forma, a dica é observar como seu cabelo age perante ao produto, aí você pode usar mais ou menos. Certo?


E aí, animada para comprar seu bb cream para os cabelos? Sim? Então confira algumas marcas que fabricam o bb cream hair.

BB Cream para cabelos. benefícios do bb cream capilar...
BB Cream para os cabelos - Foto: Divulgação

1. BB Hair Cream Mediterrani,
2. BB Hair Cream Mutari, (caixa com 6 unidades)
3. BB Hair Cream Uniq One Revlon Professional.


Leia mais sobre Saúde dos Cabelos
Leia Mais ►

Máscaras hidratantes para cabelos, com frutas

Você sabia que frutas como abacate, banana, mamão podem fazer maravilhas por seus cabelos? Veja algumas máscaras caseiras para os cabelos com essas frutas:

Veja mais máscaras caseiras.
Veja também: A importância do zinco na saúde das mulheres

Máscaras hidratantes para cabelos, com frutas
Foto: Flickr
- Máscara hidratante para os cabelos com abacate: Bata meio abacate com duas colheres de mel, e passe nos fios úmidos. Depois de agir por vinte minutos com touca térmica ou toalha úmida e quente, lave os cabelos. Faça uma vez por semana.

Leia também: BB Cream para cabelos? Sim. São 19 benefícios do bb cream capilar...

- Máscara hidratante para os cabelos com banana: Utilize uma banana amassada (se ela já estiver com a casca pretejando é melhor) com aveia em flocos finos. Aplique nos cabelos molhados e deixe por 20 minutos. Lave os fios depois. Repita uma ou duas vezes por semana, para cabelos muito agredidos.

- Máscara hidratante para os cabelos com mamão e banana: Amasse meio mamão com uma banana média e aplique nos cabelos úmidos e coloque uma touca térmica ou toalha. Após 20 minutos lave os cabelos normalmente.

Leia também: Quais alimentos são bons para crescer o cabelo.

Dica: Não guarde as sobras, pois não possuem conservantes. Uma opção é comê-las, já que as frutas são saudáveis e jogar comida fora é desperdício.


Leia Mais ►

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada
sem acentos