Adoçantes que grávidas diabéticas podem usar

Se você for diabética e estiver grávida deve estar com a seguinte dúvida: Qual adoçante uma grávida com diabetes pode usar?

Confira o que se sabe de mais recente sobre o uso dos adoçantes na gravidez de acordo com a ADA (American Diabetes Association):

Adoçantes proibidos na gravidez! (adoçantes que você deve evitar se estiver grávida)

Leia Mais ►

Mastite, sintomas e tratamentos

A dor nos seios durante a amamentação pode ser causada pela mastite e é comum a muitas mulheres no início da amamentação.

Saiba quais são os sintomas da mastite, as causas e o tratamento, em mais um artigo sobre a saúde dos seios.

Mastite, o que é


É uma inflamação da glândula mamária comum nas primeiras semanas após o parto. O aparecimento da mastite é muito comum entre as mulheres que amamentam.

Mastite, sintomas

  • Inchaço, 
  • vermelhidão,  
  • dor 

Os sintomas da mastite instalam-se numa das mamas, quase sempre nas primeiras semanas após o parto. É uma inflamação da glândula mamária, que tanto pode ser infecciosa como devido ao entupimento dos ductos mamários (os canais por onde passa o leite).

mastite sintomas e tratamentos
amamentação pode causar mastite




    É o típico ingurgitamento, fonte de dor em muitas mulheres que amamentam.

    Os sintomas tendem a aparecer em apenas uma das mamas, raramente em ambas. Ao inchaço e à dor podem juntar-se a febre e um mal-estar geral, que em nada contribuem para a tranquilidade desejada no momento de amamentar o bebê.

    Um desconforto que, aliado ao receio de passar a infecção para o bebê, pode levar a mulher a desistir precocemente de amamentar.

    Todavia, não há razões médicas que o justifiquem. Não há risco de o bebê ficar infectado e o mais que pode acontecer é que o leite tenha um sabor diferente.

    Artigos que você poderá gostar...


    Mastite infecciosa

    Na mastite infecciosa, as bactérias ‒ existentes na pele da mulher ou na boca do bebé‒ penetram na glândula mamária através de uma lesão na pele da mama ou através da abertura dos ductos mamários, no mamilo. Uma vez nos tecidos internos da mama, as bactérias multiplicam-se, causando dor, vermelhidão e inchaço e obstruindo a passagem do leite.

    Mastite por entupimento do canal do leite

    Pode acontecer também que a doença não tenha origem infecciosa, sendo a inflamação consequência do acumular de leite nos ductos, por insuficiente esvaziamento da mama.

    Mastite, tratamentos

    Recorra a um médico, pois se a causa da doença for infecciosa é necessário um antibiótico, que deve ser tomado até ao fim (ou de acordo com indicações específicas do prescritor) ainda que os sintomas melhorem ou desapareçam.

    Tratar a mastite é importante para prevenir algumas das suas complicações. Desde logo o desenvolvimento de abcessos mamários ‒ pequenos nódulos com pus que podem requerer drenagem cirúrgica. Outra das complicações possíveis envolve o alastramento do leite acumulado nos ductos ao tecido mamário circundante, causando maior dor e inflamação. Há ainda que ter em conta o fato de a doença ser recorrente, podendo repetir-se durante o tempo de amamentação do mesmo bebé ou após um segundo parto.

    Em regra, o tratamento da mastite infecciosa prolonga-se por duas semanas caso haja necessidade de tomar anbióticos. Se os sintomas entretanto não cessarem é melhor voltar ao médico, pois há uma forma rara de cancro da mama ‒ inflamatória ‒ que também se manifesta através de vermelhidão e inchaço, podendo inicialmente ser confundida com a doença.

    Paralelamente ao tratamento, a mulher pode adotar uma série de cuidados que lhe vão proporcionar alívio. É o caso da aplicação de compressas mornas sobre a mama afectada e da ingestão reforçada de líquidos.

    Continuar a amamentar também ajuda, pois estimula o fluxo de leite, prevenindo o ingurgitamento.

    E ao mesmo tempo permite ao bebê desfrutar daquele que é, reconhecidamente, o melhor alimento no primeiro ano de vida.

    Mastite, prevenção

    Ao amamentar, há alguns gestos que ajudam a prevenir a mastite ou atenuá-la:

    • Esvazie completamente uma mama antes de passar para a outra
    • Na refeição seguinte, comece pela mama que ofereceu ao seu bebê em último lugar na refeição anterior
    • Retire leite com uma bomba própria se sentir a mama demasiado cheia e ainda faltar tempo para a próxima refeição do bebê
    • Não amamente sempre na mesma posição
    • Não deixe o seu bebê usar a mama como chupeta
    • Use um sutiã adequado, com reforço
    • Aplique um creme nutritivo próprio para os seios para prevenir as fissuras. Fonte

    + Saúde dos Seios
    Leia Mais ►

    Queda de cabelo em mulheres é acentuada no Outono

    Pesquisa revela que queda de cabelo em mulheres é maior no Outono


    Estudiosos afirmam que é no outono que as mulheres perdem mais cabelo. A pesquisa, publicada na revista Dermatology e noticiada pelo Daily Mail desta quarta-feira (12), acompanhou 800 mulheres saudáveis por mais de seis anos e revelou que os fios caem mais nessa época do ano (lembrando que enquanto no hemisfério sul é Primavera, no hemisfério norte é Outono).

    E por que os cabelos femininos caem mais no Outono?
    O motivo está associado ao crescimento da cabeleira e ao sol. De acordo com especialistas, em qualquer momento do dia, 90% dos fios estão crescendo, enquanto o restante fica em estado de repouso por dois a seis meses (conhecida como fase telógena) para depois cair.

    Os pesquisadores suecos descobriram que as mulheres tinham a maior proporção de cabelos descansando 100 dias antes de a estação começar. Isso tem a ver com a proteção do couro cabeludo contra o sol do verão em combate às queimaduras do astro, já que o Verão precede o Outono. [Terra]

    Então, mulheres, se vocês moram no hemisfério sul (aqui no Brasil, por exemplo), se seus cabelos começarem a cair lá pelo mês de Maio (nosso Outono) saibam que isso pode ser normal.

    Foto: Flickr
    Leia Mais ►

    Sucos que evitam rugas

    É claro que não há sucos mágicos anti-rugas, mas há como beber alguns sucos em prol da beleza. Um exemplo é o sucos que evitam rugas. Ricos em antioxidantes que combatem os radicais livres prevenindo, assim, o envelhecimento precoce, e, consequentemente as marcas de expressão e rugas finas.

    Eles foram criados pela farmacêutica Dra. Renata Fraia e podem ser bebido diariamente.

    Sucos que evitam rugas

    Sucos que evitam rugas
    Sucos que evitam rugas / foto: PublicDomainPictures


    Suco que evita rugas (1)


    Ingredientes
    • sumo de 1 limão (a vitamina C ajuda a formar o colágeno)
    • 1 maçã média com casca (lave e higienize bem antes de usar)
    • 2 colheres de sopa de uva passa escura (sim, dessa forma ela concentra os radicais livres*)
    • 200 ml de água

    *A grande vantagem da uva passa é o fato de ela ter maior durabilidade, ou seja, você não precisa comprar uvas semanalmente para fazer seu suco antirrugas.

    Como fazer o suco que evita rugas

    Bata todos os ingredientes no liquidificador, beba sem coar, um copo por dia a partir dos 29 anos, que é quando a pele diminui a produção de colágeno. É claro que o suco não tem contraindicação e pode começar a beber o quanto mais jovem você for.


    Suco que evita rugas (2)


    Ingredientes
    • sumo de 1 limão
    • 1 maçã verde com casca
    • 4 goji berry (foto abaixo - frutinha poderosa à venda em lojas de produtos naturais e em algumas farmácias de manipulação)
    • 1/2 xícara de suco de uva concentrado e sem açúcar
    • 1/2 xícara de água mineral ou filtrada

    Como fazer o suco que previne rugas

    Bata todos os ingredientes no liquidificador, beba sem coar, um copo por dia a partir dos 29 anos, que é quando a pele diminui a produção de colágeno. É claro que o suco não tem contraindicação e pode começar a beber o quanto mais jovem você for.

    Sucos que evitam rugas
    Goji Berry - Sucos que evitam rugas / foto: budtobloom


    Dicas da farmacêutica:
    "Aos sucos acima você pode acrescentar itens como kiwi, acerola, goiaba e caju. Para substituir o limão você pode usar suco de maracujá e de abacaxi. O importante é variar e 'brincar' com as cores dos ingredientes dos sucos anti-rugas", indica.

    Leia mais sobre:
    Leia Mais ►

    Cosméticos Multifuncionais, o que são


    Com alta tecnologia, os cosméticos multifuncionais possuem diversos benefícios para o tratamento do corpo e dos cabelos.

    Com o excesso de tarefas e a correria do dia a dia, as pessoas buscam cada vez mais formas de otimizar o tempo. Diante disso, até mesmo o mercado de cosméticos precisou se adaptar ao ritmo da vida moderna. Atualmente, no lugar de inúmeros cremes, cada um com uma função diferente, a indústria aposta nos produtos multifuncionais.

    Cosméticos Multifuncionais, o que são
    Cosméticos Multifuncionais, o que são / foto: Strecosa

    De acordo com pesquisa realizada pela Mintel, empresa inglesa especializada em inteligência de consumo e produto, 38% dos brasileiros utilizam cosméticos com múltiplas funções frequentemente.

    Seguindo o exemplo da maquiagem multifuncional
    Hoje, é comum encontrarmos nas prateleiras os BB Cream, que segundo o levantamento da Mintel três em cada dez mulheres utilizam diariamente, CC Cream e DD Cream, além de cremes pós-barba com filtro solar, desodorantes com ação clareadora das axilas, xampus a seco, entre outros.

    Cosméticos Multifuncionais - O que são

    Trata-se de cosméticos produzidos a partir de matérias-primas de alta tecnologia, com propriedades capazes de cuidar de dois ou mais problemas específicos.

    Para Juliana Frutuoso, Gerente de Negócios da divisão de Health & Personal Care da Beraca, essa é uma tendência que se fortalecerá com o passar dos anos.

    "A indústria cosmética está focada em desenvolver fórmulas altamente tecnológicas e eficazes, pois as pessoas não querem mais perder tempo e dinheiro com diversos produtos. Hoje, os consumidores buscam praticidade em todas as suas ações, até mesmo nos cuidados com a beleza. É possível encontrar um creme facial, por exemplo, com propriedades regeneradoras, antioxidantes, hidratantes e nutritivas", avalia a especialista. 
    Diante desse desejo do consumidor, a Beraca investe anualmente cerca de 3% do seu faturamento em inovação e tecnologia. "É o nosso papel estudar o comportamento do público e desenvolver ativos com múltiplas funções, que podem ser utilizados na formulação de produtos para os cabelos, o corpo e o rosto. Contamos com soluções como o exclusivo Beracare DPS, que atua na camada dérmica da pele e auxilia na proteção e regeneração", destaca Juliana Frutuoso.

    Para apresentar os múltiplos benefícios desses cosméticos multifuncionais, a especialista da Beraca selecionou algumas das matérias-primas que possuem múltiplas funções e que podem ser utilizadas nos cuidados com a beleza.

    Matérias-primas para os cosméticos multifuncionais:


    Beracare DPS (Dermal Protective Active System): Possui ação dérmica anti-inflamatória, antioxidante, previne dos danos causados pela radiação UV, auxilia no aumento e na manutenção da elasticidade da pele.

    Utilização: Antiaging, cremes noturnos e diurnos, hidratantes corporais e produtos masculinos.

    ARS Body: Indicado para o tratamento da pele, promove a regeneração, nutrição, revitalização, além de garantir a sensação de bem-estar e de maciez.
    Utilização: Antiaging, hidratantes, cremes e loções corporais e faciais, produtos pós-sol e produtos pós-depilação.

    ARS Hair: Seu uso proporciona o aumento do brilho dos cabelos, garante a revitalização, hidratação, o aumento da maciez, redução de frizz, forma um filme protetor e contribui com a melhora do toque.
    Utilização: xampus, condicionadores, máscaras capilares, reparadores de pontas e redutores de frizz.

    Dermosoft 688: Potente antifúngico para formulações de cosméticos e hidratante para a pele.
    Utilização: Todo tipo de formulação cosmética.

    Centevita: Conta com propriedades capazes de promover o estímulo da síntese de colágeno, melhora a elasticidade, tem ação anti-inflamatória, protege dos danos causados pela radiação UV, além de ser antiedema e lipolítico.
    Utilização: Produtos faciais e corporais.

    Leia mais no Saúde da Mulher sobre os assuntos:
    Beleza
    - Cosméticos
    Leia Mais ►

    Micose nas unhas? Trate com laser!

    Sabemos que a micose nas unhas é, muitas vezes, um problema difícil de tratar, mas isso está com os dias contados...

    Para resolver o problema da micose nas unhas, foi desenvolvido um tratamento a laser para micose nas unhas que recupera a situação dos pés rapidamente.

    Micose nas unhas, tratamentos com laser
    Micose nas unhas? Trate com laser! foto: Giuliamar

    Laser Lúnula

    O laser lúnula é o único capaz de eliminar micoses e manchas nas unhas com duas sessões de aplicação, cada uma com duração de 12 minutos.


    Com esse tratamento para micose nas unhas as pomadas, cremes, esmalte e remédios para as unhas ficaram no passado, já que esses tratamentos são longos e, muitas vezes não curam de fato os problemas.

    + Unhas enfraquecem no inverno - saiba o que fazer!

    O laser para os pés tem alcance superficial, não causando dor nem efeitos colaterais.

    O único problema desse tratamento ainda é o preço, por ser bastante recente, uma sessão custa 500 euros! Como toda nova tecnologia ela ainda é muito cara, mas daqui alguns meses podemos ver a novidade por aí, a preços bem mais acessíveis.

    micose nas unhas

    Fonte: Unhas Decor

    Leia Mais ►

    Candidíase na gravidez prejudica o bebê?

    A candidíase na gravidez é muito comum, já que nesta fase o pH vaginal fica alterado, facilitando a contaminação por fungos como o da candidíase.

    Candidíase na gravidez prejudica o bebê?


    A resposta é simples e vai deixá-la aliviada se estiver grávida e com candidíase. Não! A candidíase na mãe não prejudica o bebê, pois a infecção é localizada na área vaginal da mulher.

    No entanto, se você tiver candidíase no momento do parto, há uma pequena chance de contágio quando a criança passar pelo canal vaginal em caso de parto normal.

    Se estiver com sintomas de candidíase ou outra vaginite não deixe de avisar o médico para tratar antes de o parto acontecer.

    Candidíase na gravidez prejudica o bebê?
    Candidíase na gravidez prejudica o bebê?

    No entanto, se na hora do parto você ainda tiver o problema, AVISE o obstetra (o médico que estiver fazendo o parto), isso poderá evitar que o recém-nascido entre em contato com a infecção.

    >> Leia tudo sobre Candidíase!

    E qual o problema da infecção por candidíase no bebê recém-nascido?


    Esta infecção pode provocar feridinhas brancas na boca do bebê (o famoso sapinho). O problema ainda pode ser transmitido para os seios da mãe por causa da amamentação.


    Dicas Saúde da Mulher
    1. Evite alimentos muito ácidos (limão e outras frutas cítricas e vinagre) quando estiver com sintomas de candidíase, pois eles podem causar sintomas parecidos aos da infecção. 
    2. Se você está grávida e com candidíase saiba que a infecção por cândida não é grave e pode ser tratada facilmente.
    Leia Mais ►

    Como engravidar de menina

    É menino ou menina? Hoje em dia em poucos meses a gente já pode saber o sexo do bebê e começar a preparar o enxoval. Mas a gente sempre tem (ou pode ter) uma preferência. Ou por que sempre sonhamos em dar um certo nome para nosso bebê, ou por que temos preferência por crianças de determinado sexo ou ainda porque já temos um filho do outro sexo. Mas como fazer valer essa preferência? Se quiser engravidar de menina, por exemplo, a resposta está abaixo:

    Como engravidar de menina?


    Para engravidar de uma menina, os cientistas recomendam aumentar o consumo de certos alimentos. Os indicados são os ricos em cálcio e em magnésio.

    Como engravidar de menina
    alimentos para engravidar de menina!

    Então, se você quer engravidar de menina consuma:

    - leite e derivados,
    - espinafre,
    - couve,
    - rúcula
    - gérmen de trigo
    - aveia
    - farelo de arroz
    - arroz integral
    - nozes e castanhas.

    De acordo com os pesquisadores, esse tipo de alimentação muda a concentração desses minerais no sangue e pode determinar se o bebê será menino ou menina. Para que os resultados sejam alcançados, a mulher deverá iniciar a nova dieta cerca de 9 semanas antes da primeira tentativa de engravidar.

    Leia mais sobre Gravidez

    Quando ter relações para engravidar de menina?


    1. Tenha relações de 2 a 3 dias antes do período fértil, com um contato íntimo menos profundo, fazendo com que os espermatozoides que carregam os gametas X, que são os femininos, vençam a corrida contra os de gameta Y. Essa técnica tem até 80% de chances de dar certo.

    2. Empenhar-se em ter um contato íntimo menos profundo e não chegar ao clímax antes do companheiro.

    3. Através desse estudo os investigadores concluíram que a alimentação da mulher é determinante na escolha do sexo do bebê. Se somente essa dieta for levada em consideração, a probabilidade de ter uma menina ainda fica em torno de 73%.

    Importante! Esses alimentos são muito importantes. Então, se você pensar em engravidar de menino, NÃO tire os alimentos da sua dieta, só não os consuma em número maior.

    Fontes:
    -Female gender pre-selection by maternal diet in combination with timing of sexual intercourse - a prospective study.
    -AM Noorlander; JPM Geraedts; JBM Melissen.
    Leia Mais ►

    Colesterol Alto na Gravidez: como evitar, incidência e consequências


    No Dia de Combate ao Colesterol, médico alerta sobre o Colesterol alto na gravidez

    O dia 8 de agosto é dedicado ao Dia de Combate ao Colesterol. Sabia que o colesterol alto na gravidez pode ser muito prejudicial?

    O aumento de colesterol na corrente sanguínea pode ocasionar entupimento de veias e artérias causando o infarto e o derrame (AVC).

    O colesterol provém de duas fontes: do seu organismo e dos alimentos que você ingere. Mohamad Barakat, médico, alerta sobre esse tipo de problema em mulheres grávidas.

    Colesterol Alto na Gravidez

    Incidência do colesterol alto na gravidez 

    Durante o período de gestação o cuidado tem que ser redobrado.

    “É esperado um aumento de cerca de 60% do colesterol total, e, portanto, as futuras mamães precisam ficar atentas a esses níveis. Geralmente eles começam a subir na 16ª semana de gestação e por volta das 30 semanas, ele pode chegar a ser 50 ou 60% mais alto que antes da gestação”, comenta Barakat.

    Para quem já apresenta níveis altos de colesterol, o cuidado deve ser ainda maior, principalmente com a alimentação, pois o colesterol alto pode ser prejudicial para o bebê.

    “Durante a gravidez, a criança pode acumular fios de gordura dentro de seus vasos sanguíneos, e consequentemente, pode vir a favorecer a instalação de doenças cardíacas ainda na infância”, ressalta o médico.

    Dicas para evitar o colesterol alto na gravidez (alimentação na gestação): 

    Para Barakat, a alimentação deve ser rica em fibras em vitamina C, ou seja, é aconselhável consumo de frutas, principalmente as vermelhas, que se mostraram eficazes na diminuição do colesterol ruim.

    “Coma cerca de 3 vezes ao dia, como legumes duas vezes por dia e cereais integrais, sempre que possível. Prefira peixes e adicione azeite de oliva, esse tipo de óleo aumenta o colesterol bom, e isso fará muito bem para quem apresenta nível elevado do LDL (colesterol ruim), além de ficar longe de carboidratos, açúcares e sucos industrializados e refinados”, finaliza.

    Leia mais sobre:
    1. Gravidez
    2. Colesterol
    3. Alimentação na gestação
    Leia Mais ►

    Candidíase, sintomas, tratamentos e causas

    Aproximadamente 75% das mulheres (ou seja, a maioria) teve ou vai ter no decorrer da vida a menos um episódio de vaginite, causada em 90% dos casos por um fungo chamado Candida Albicans.

    Outro dado que não podemos esquecer é a reincidência, ou seja, um posterior episódio infectivo se verifica em pelo menos 40-50% das mulheres.

    O fungo Cândida albicans está normalmente presente em pequenas quantidades na flora vaginal junto com outras bactérias.


    Artigos relacionados!

    1. Saiba sobre a candidíase na gravidez.
    2. Leia também o que é vaginite e vulvovaginite aqui!


    *Candidíase*


    Candidíase Sintomas


    Os sintomas mais comuns da candidíase são secreções vaginais de cor branca acompanhada da sensação de coceira muitas vezes intensa seja a nível interno ou na parte exterior vaginal.

    Candidíase Causas

    Esse “hóspede” em nosso corpo pode passar da forma latente a forma clínica quando encontra as condições favoráveis, entre elas:
    • presença de açucares 
    • falta de ar (região genital abafada e sem ventilação) 
    • pouca defesa imunitária 
    • após um tratamento com antibióticos, que irá matar as bactérias benignas deixando espaço para a Cândida albicans se desenvolver

    Candidíase Tratamentos

    O tratamento para a candidíase se baseia na maioria dos casos no uso de medicamentos locais sob forma de aplicações e/ou banhos.

    O cetoconazol, o fluconazol e o itraconazol são os medicamentos mais usados para tratar candidíase.

    **A utilização desses medicamentos deve ser sempre receitada pelo seu médico ginecologista.**

    E nesse ponto é bom fazer uma observação: Receitas caseiras para tratar candidíase e/ou remédios que suas amigas usaram podem não funcionar para você, porque cada corpo responde diferente a um medicamento ou a tratamentos diferentes. Só o médico vai lhe indicar o tratamento mais indicado para tratar a candidíase.

    Candidíase como prevenir

    • Coma menos doces 
    • Acrescente verduras e frutas à alimentação (para aumentar a imunidade do seu corpo, ou seja para o sistema de defesa natural do seu organismo ficar mais forte.) 
    • Coma iogurtes e alimentos lácteos que contêm as bactérias "boas" que ajudam a combater a candidíase. 
    • Evite calcinhas sintéticas, prefira as de algodão 
    • Evite jeans muito apertados 
    • Use saia mais vezes, para deixar as partes íntimas respirarem 
    • Use sabonetes íntimos diariamente, mas não use grandes quantidades por vez. 
    • Veja dicas para manter a região íntima feminina saudável! 

    IMPORTANTE!

    Quanto antes a candidíase for tratada, mas sucesso você terá na cura da candidíase, então, não deixe de ir ao ginecologista quando notar alguma secreção vaginal estranha.

    Texto de Renata Fraia - Farmacêutica/Jornalista do site Saúde com Ciência
    Leia Mais ►

    Não encontrou o que buscava? Pesquise

    Pesquisa personalizada
    sem acentos