Mulheres grávidas podem comer peixes?

As mulheres grávidas precisam dar atenção especial à alimentação, e, por isso, surgem muitas dúvidas sobre quais alimentos são ou não permitidos às gestantes.

Uma das dúvidas mais comuns é sobre o consumo de peixes durante a gestação. Afinal, mulheres grávidas podem comer peixes?

Mulheres grávidas podem comer peixes
mulher grávida/foto

Quando as gestantes comem peixes, elas expõem o feto à neurotoxina metil mercúrio. Por outro lado, os peixes contêm compostos que estimulam o desenvolvimento cerebral do bebê, como os ácidos graxos poli-insaturados, conhecidos como ômega-3.

Pesquisadores da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, avaliaram nutricionalmente 225 mulheres grávidas e monitoraram o desenvolvimento da fala e da inteligência de seus filhos.

Os resultados mostraram que filhos de mães que consumiam peixe apresentavam melhor desenvolvimento do que os de mulheres gestantes que não consumiam esse alimento.

Leia mais sobre gestantes
Leia Mais ►

Tipos de Celulite

Os tipos de celulite são divididos (ou classificados) em "graus" do problema. quanto maior o número de grau, maior o problema da celulite. Confira:

Tipos de Celulite


Tipos de Celulite


- Celulite grau 0 (sim, existe o grau zero): Sem ondulações ou irregularidades na pele ao ficar de pé ou deitado, mas ao pinçar a região surgem as ondulações, mas não covinhas ou depressões;

- Celulite grau 1: Sem ondulações e irregularidades na pele ao ficar de pé ou deitado, mas ao pinçar a região surgem as ondulações e também covinhas e depressões;

- Celulite grau 2: Ondulações, rugosidades, depressões e covas espontaneamente se fica de pé, mas não deitada;



- Celulite grau 3: Ondulações, rugosidades e covinhas estão presentes mesmo deitado.

- Celulite grau 4:Em casos graves e crônicos de celulite podem aparecer nódulos e endurecimento da pele.

Leia Mais ►

Sintomas da Endometriose

Antes de citar os sintomas da endometriose, vamos informar o que é endometriose... A endometriose é uma doença de difícil confirmação diagnóstica devido à necessidade de uma intervenção cirúrgica para a elucidação definitiva, a endometriose manifesta-se de diversas formas.

Dentre as possibilidades analisadas, acredita-se que a associação do refluxo menstrual com a deficiência imunológica seja a principal causa da doença.

Sintomas da Endometriose


Sintomas da endometriose
Dra. Flávia Fairbanks (Sintomas da Endometriose)


Constantes dores pélvicas, irregularidades na menstruação e infertilidade são os sintomas mais citados nos consultórios médicos por mulheres com endometriose, doença que afeta cerca de 15% da população feminina em idade reprodutiva.

No início, a paciente começa a ter cólicas menstruais muito fortes, o que deixa a pelve sensível e dolorida, prejudicando as relações sexuais.

Resumo dos sintomas da endometriose


  • Dores pélvicas
  • Cólicas menstruais muito fortes
  • Dores nas relações sexuais
  • Irregularidades na menstruação
  • Infertilidade

“Como o quadro é progressivo e as aderências entre os órgãos pélvicos vão se tornando cada vez mais frequentes, as limitações quanto às posições, a dificuldade de obter orgasmo e a própria libido, tendem a sofrer graves prejuízos”, afirma Dra. Flávia Fairbanks, ginecologista especializada em sexualidade humana.

O que mais preocupa é o fato de que, em muitos casos, mesmo após a cura cirúrgica ou medicamentosa da doença, quando a paciente já não sente mais dor, o dano sexual pode permanecer. “Não raramente nos deparamos com relacionamentos que naufragam, mulheres deprimidas e ansiosas, com péssima qualidade de vida”, revela Dra. Flávia.

Quando o médico é especializado em questões que envolvam a sexualidade, cabe a ele investigar minuciosamente essas questões com a paciente. “Caso o profissional não se sinta apto a tocar nesses aspectos, o encaminhamento a um especialista faz-se necessário para minimizar danos futuros e restaurar, na medida do possível, a vida sexual que a mulher levava antes de adoecer”, finaliza a profissional.

Fonte: Dra. Flávia Fairbanks Graduada pela Faculdade de Medicina da USP, realizou residência médica em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital das Clínicas da FMUSP, foi médica preceptora da Ginecologia do Hospital das Clínicas da FMUSP. É Pós-graduada em Ginecologia do Hospital das Clínicas da FMUSP nos setores de Endometriose e Sexualidade Humana.

>> Espero que tenha gostado do artigo. Leia também: Infertilidade feminina pode se originar na adolescência.
Leia Mais ►

O que são "rugas verticais" na testa e como tratar?

Entenda o que são e como se formam as rugas verticais e conheça o tratamento não-invasivo que resolve problema em sessão única (UAU!!!)

O que são rugas verticais?


São aquelas rugas que aparecem entre os olhos. Algumas pessoas formam um único sulco central, dois sulcos, cada um próximo a cada sobrancelha e outras podem ter três ou até quatro sulcos. Este último caso acontece principalmente pela posição de dormir.

O que são "rugas verticais" na testa e como tratar?

Causas das rugas verticais


Posição de dormir, aliada ao envelhecimento natural, é a principal causa das rugas verticais na testa; problema pode ser corrigido em uma única sessão com ultrassom microfocado Megafocus e laser Pro-Collagen, trabalhando na musculatura, derme profunda e derme superficial.

"Essa [a posição de dormir] é a causa mais comum para o surgimento desse tipo de rugas. Enquanto as rugas dinâmicas por conta das expressões faciais são horizontais, as rugas verticais na testa são influenciadas pela posição de dormir, de lado. A pele sempre ‘dobra’ no mesmo local e favorece o aparecimento dessas rugas";

Explica o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

De acordo com o médico, essas rugas verticais se formam principalmente a partir dos 40 anos, mas podem aparecer também em pacientes com fototipos mais claros, aos 30. Segundo ele, elas têm influência do envelhecimento celular, uma vez que quando a pele é jovem e tem elasticidade, ela contrai e volta ao normal sem criar o sulco, porque tem muitas fibras elásticas. À medida em que o paciente envelhece, ocorre a diminuição dos níveis de fibras elásticas e isso acaba formando as rugas.

"A única exceção é com a ruga médio frontal, que é aquela no meio da sobrancelha. Essas aparecem para pessoas muito expressivas, e também se formam verticalmente por contração da musculatura da região", explica. "Mas ambas têm influência do envelhecimento", destaca.

Para resolver o problema, o médico dermatologista indica a tecnologia Megafocus, um ultrassom microfocado da plataforma Solon. "Menos invasivo, Megafocus atinge o músculo, enrijecendo e deixando mais firme a musculatura. E o procedimento costuma melhorá-las e também eleva a sobrancelha e muda a silhueta facial, promovendo lifting não cirúrgico", explica o dermatologista.

Como age — Segundo o dermatologista, Megafocus entrega pontos de coagulação térmica em uma série de linhas em duas profundidades: derme profunda (a 3 mm de profundidade) e na camada muscular - SMAS (sistema músculo aponeurótico, a 4,5 milímetros de profundidade). "A energia de ultrassom é focada em um ponto abaixo da superfície da pele, concentrando-se em uma área de aproximadamente de 1,5 mm cúbico por ponto.

O aquecimento ocorre na derme e no sistema superficial do músculo aponeurótico (SMAS) através de pontos de coagulação", explica. Com isso, o músculo sofre uma contração imediata ao ser atingido pelos pontos de coagulação, segundo o especialista. "Isso produz um efeito lifting, que pode apresentar evolução no período de três meses após o procedimento, quando o novo colágeno continua a ser produzido. O objetivo, então, é encurtar o músculo para tracionar a pele para cima, resultando em um efeito lifting não cirúrgico", destaca.

Como age de dentro para fora, sem causar danos à epiderme, a recuperação é imediata e o paciente pode voltar às atividades de rotina no mesmo dia. Apesar disso, o dermatologista explica que, nos locais tratados, pode ocorrer inchaço, eritema, hematoma ou apresentar formigamento e leve sensação de dor muscular. "Todos estes sintomas melhoram rapidamente. Como se trata de um tratamento cuja ação é dentro da pele, não há períodos de inatividade", completa.

A ação do procedimento pode ser potencializada com o uso do laser Pro-Collagen, que age na derme mais superficial. "Com o uso dos dois equipamentos, há um rejuvenescimento completo e é possível até eliminar essas rugas", afirma o médico.

Sessões — O médico indica uma sessão do procedimento. "A melhora na flacidez começa a aparecer 20 dias após o início do tratamento, mas os melhores resultados, depois de 3 meses". As contraindicações são: gestantes, pacientes em tratamento com anticoagulantes, doença autoimune, diabetes, epilepsia, queloides e preenchedores.

Resumo da ação do Megafocus 


O que trata: flacidez e rugas

Como age: entrega pontos de coagulação térmica na derme profunda e camada muscular; o músculo sofre contração imediata e isso produz efeito lifting

Número de sessões: uma

Contraindicação: gestantes, pacientes em tratamento com anticoagulantes, doença autoimune, diabetes, epilepsia, queloides e preenchedores

Fonte: A LMG - Laser Medical Group


Além dos tratamentos propostos acima, existe a opção do preenchimento, mas a desvantagem desse método é a pouca durabilidade, sendo que em 6 meses em média, é necessário realizar outro procedimento de preenchimento.

Complemente sua leitura com o artigo: Botox instantâneo funciona mesmo?
Leia Mais ►

Como esconder as olheiras com maquiagem

Maquiadores são como artistas do rosto. Mas há uma arte na maquiagem que vai além do trabalho final em si, mas observada em como as cores podem transformar um rosto. Um exemplo é como esconder as olheiras com maquiagem.

Como esconder as olheiras com maquiagem


Se na arte observamos que cores complementares uma tem, na verdade, o que falta na outra. Assim também é disfarçar olheiras com corretivo colorido. Para esconder as olheiras com maquiagem, o corretivo colorido tem a cor que complementa o tom da olheira, assim é possível acabar com as olheiras com maquiagem.

1. Corretivos coloridos para olheiras


Partindo desta premissa, vamos conhecer as cores de olheiras e as cores complementares de corretivos.

Com uma tabela de cores complementares fica fácil entender:

Como esconder as olheiras com maquiagem
cores complementares

Assim, para quem quer saber como esconder as olheiras com maquiagem basta observar a tabela acima e usar os corretivos coloridos para acabar com as olheiras com maquiagem. Assim:

1° Passo: Como escolher o corretivo colorido correto para cada cor de olheira

  • Olheiras roxas: Corretivo amarelo
  • Olheiras escuras: Corretivo 2 tons mais claro que sua pele
  • Olheiras em pele negra: Corretivo laranja
  • Manchas vermelhas (em qualquer parte do rosto): Corretivo verde
  • Manchas amareladas: Corretivo roxo


2° Passo: Corretivo sobre o corretivo colorido

Se as olheiras estiverem muito profundas, use um segundo corretivo sobre as olheiras. Então, após aplicar o corretivo colorido sobre a olheira, aplique o corretivo de uma cor mais clara que o tom da sua pele.

Como aplicar o corretivo colorido ou cor da pele?

Exemplo:
Em olheiras roxas use o corretivo amarelo da seguinte forma:

  • Passe uma generosa camada de corretivo amarelo em toda a volta dos olhos, inclusive na pálpebra superior, para homogeneizar o tom dando leves batidinhas com o dedo ou com pincel para corretivo (não espalhe);
  • Aplique uma camada de corretivo 1 tom abaixo da cor da sua pele;
  • Com a base na cor da sua pele vá aplicando a base ao redor das olheiras e sempre de dentro para fora, a partir do nariz.


Leia mais sobre...
Beleza
Maquiagem
Leia Mais ►

Receitas de Beleza Caseira: Hidratante Esfoliante ao mesmo tempo

Das receitas de beleza caseira que uso (e que recomendo), este hidratante esfoliante é um dos top 5 que mais gosto. Ela é um hidratante esfoliante porque ao mesmo tempo que hidrata e nutre a pele, também faz uma super esfoliação. Mas para funcionar tem que seguir a receitinha à risca. A pele ficará mais viçosa e saudável. Anote a fórmula caseira de beleza!

Receitas de Beleza Caseira: Hidratante Esfoliante ao mesmo tempo

Hidratante Esfoliante (ao mesmo tempo)

  • 1 colher de chá de farinha de aveia (ou a mesma medida de flocos finos de aveia hidratados com um pouco de água morna por 15 minutos)
  • 1 colher de chá cheia de mel
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo
  • água morna qs

Função de cada componente desta receita de beleza caseira


Farinha de aveia (ou aveia em flocos finos hidratada)
Muito nutritiva, a aveia repõe minerais perdidos pela pele. Além disso, ela dá vitalidade à pele do rosto, pescoço e colo.
Mel
Ele é responsável por deixar a fórmula mais cremosa, emoliente. Ele também é muito nutritivo e deixa a pele com aparência saudável.
Açúcar mascavo
Ele é o esfoliante desta receita caseira de beleza, mas também nutre a pele com seus nutrientes naturais.

Como fazer o hidratante esfoliante caseiro

  1. Misture todos os ingredientes, sendo que a água deve ser pouca (qs = quantidade suficiente), apenas levemente morna para facilitar a mistura, a aplicação no rosto e também abrir os poros para o produto agir melhor. 
  2. Aplique no rosto fazendo movimento BEM suaves
  3. Deixe agir por 20 minutos
  4. Depois, comece a fazer movimentos circulares suaves mas apertando levemente o rosto para esfoliar (peles muito sensíveis faça apenas movimentos bem suaves)
  5. Enxágue com água morna
  6. Finalize com água fria ou gelada ara fechar os poros.

Cosmético caseiro de Renata Fraia - Farmacêutica estudiosa de cosméticos caseiros e nutrição interna e externa (da pele)

E aí, gostou desta receita de beleza caseira? Veja mais uma: Esfoliante nutritivo + Lifting caseiro... na mesma fórmula.


Leia Mais ►

Varizes em adolescentes: previna as varizes desde cedo

O consumo excessivo de doces, refrigerantes e fast-food prejudica a circulação e favorece o surgimento de varizes

No Brasil, 35% da população adulta no Brasil apresentam problemas com varizes. Em 70% dos casos, surgem antes dos 30 anos de idade e 20 anos depois aparecem as complicações.

Varizes em adolescentes: previna as varizes desde cedo
Varizes em adolescentes: previna as varizes desde cedo

Com o ritmo de vida moderno e fatores hereditários, as varizes estão surgindo cada vez mais cedo, alguns adolescentes já apresentam os sinais da doença. O número de casos de varizes em adolescentes atendidos ainda é pequeno porque as pessoas cometem o erro de tratar as varizes somente na fase adulta, quando as pernas começam a doer e a preocupação estética aumenta.

A vida moderna tem uma relação direta com a alimentação. O consumo excessivo de doces, refrigerantes e fast-food prejudica a circulação e favorece o surgimento de varizes em adolescentes. Os pais devem proporcionar uma alimentação saudável e equilibrada a seus filhos desde o nascimento, pois as crianças desenvolvem até os dois anos de idade praticamente a mesma quantidade de células gordurosas de um adulto. Se houver casos na família, o cuidado deve ser maior.

"Os pais devem ter a consciência de que quanto mais cedo tratar, melhores são os efeitos. O método da espuma é bastante eficaz em todas as idades. É possível tratar as varizes sem cirurgia e com ótimos resultados";

Afirma o Prof. Dr. Eduardo Toledo Aguiar - diretor clínico da Spaço Vascular, professor livre-docente de Cirurgia Vascular da USP, membro da ABFL - Associação Brasileira de Flebologia e Linfologia (sociedade dedicada exclusivamente ao estudo das doenças venosas e linfáticas) e da Internationale de Phlébologie.

A busca por um corpo ideal e a prática de exercícios físicos em exagero é outro fator que merece atenção.



"Os esportes de alto impacto ou os que exigem sobrecarga muscular, devem ser feitos sob orientação profissional. Indivíduos com predisposição genética devem ficar atentos ao surgimento das varizes", complementa o especialista.

A prevenção de varizes através de uma alimentação balanceada e o tratamento precoce são fundamentais para a saúde e a estética das pernas na vida adulta.
Leia Mais ►

Como lidar com crianças agressivas na escola. Dicas!

Crianças agressivas na escola: como lidar com o problema.

Será que é verdade que é de pequeno que se torce o pepino? É claro que esta expressão pode servir para dizer que as crianças devem ser educadas adequadamente desde cedo, mas também podem sugerir INADEQUADAMENTE a agressão dos pais contra as crianças.

Brincadeiras à parte aprender a como lidar com crianças agressivas na escola é dever de professores e também dos pais, até mesmo dos pais daquelas crianças que sofrem a agressão. TODOS precisam aprender a lidar com o problema.

A boa notícia é que pode ser mas fácil do que imaginamos...

Como lidar com crianças agressivas na escola.
Como lidar com crianças agressivas na escola. Dicas!

Como lidar com crianças agressivas na escola


O que professores e pais devem saber.

1. SOCORRO:

A agressividade pode estar por trás de alguma carência (real ou imaginária) da criança. Esta pode ser a única maneira que a criança encontrou de pedir socorro.

O que fazer? Segundo Quézia Bombonatto, psicopedagoga e presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia (ABPp),

"Os pais não devem atender aos desejos dos filhos quando eles tomam atitudes agressivas, porque isso só vai reforçar a ideia de que é pela força, pela agressão e pelo grito que conseguimos o que queremos. Os pais não podem reforçar esse comportamento. No caso da birra, não se pode atender ao pedido enquanto o filho não tiver um comportamento adequado.

Ainda segundo ela, os pais devem também refletir sobre como eles próprios agem quando querem alguma coisa, para avaliar se estão dando o modelo correto para seus filhos. Os pais precisam observar suas próprias atitudes, suas 'birras', antes de começarem a exigir das crianças aquilo que talvez falte em seus próprios comportamentos". [Como lidar com a agressividade das crianças pequenas/Educar para Crescer]

Leia também: Chorar faz bem a saúde, por quê?

2. NÃO AGRIDA A CRIANÇA:

É fato comprovado que um adulto revidar uma agressão feita pela criança é extremamente prejudicial a ela. Além de a força do adulto ser infinitamente maior do que a da criança e ele pode, mesmo sem consciência disso, ferir gravemente a criança. E aí pode ser tarde demais.

Além disso, há uma frase muito útil neste caso, jamais se esqueça de: "Quem bate ensina a bater". Os pais que "educam" os filhos com tapas e surras o estão ensinando que este é o modo de agir quando querem corrigir ou repreender alguém. Esse alguém poderá ser um colega da escola, uma professora... e mais tarde, a namorada, uma pessoa que passar na rua e o irritar de qualquer maneira.

Em resumo: Já deu pra entender de que lidar com crianças agressivas na escola a dica é bater, eles devem saber essa é a PIOR maneira de se ensinar algo a alguém. Muito pelo contrário, se os pais acham que para a criança ficará cada vez mais agressiva, naturalmente, o que é uma grande pensa e pode ser prejudicial a toda uma sociedade, no futuro.


3. OS AGREDIDOS:

Quase todo pai ou toda mãe já disse para o filho: "Você não vai bater nos coleguinhas, mas se baterem em você, bata também". Okay, para alguns isso pode resolver o problema de imediato. Mas quais as consequências a médio e longo prazo?

Será que ele não vai achar que ele também pode bater quando quiser algo? Hummm... Talvez a melhor maneira de lidar com uma criança que o agrediu na escola seja manter a calma. Ou seja, ensinar ao filho/a a não revidar de imediato e simplesmente se afastar da criança agressora seja o primeiro e mais importante passo. Mas incentive a criança a contar a você o que aconteceu.

Então você ensina que mais tarde ou no dia seguinte ele chegue para o coleguinha e pergunte o porquê da agressão.

Para casos em que a agressão se repete várias vezes, o ideal é que haja uma conversa entre pais (do agressor e do agredido) e professores.

Lembre-se: se seu filho foi o agredido, não fique com raiva da criança agressora, pois ela, provavelmente, está passando por um momento difícil na vida. Talvez valha a pena, em vez disso, ir conversar - numa boa - com os pais da criança. Incutir em seu filho a raiva pela criança que o agrediu também não é uma boa ideia, afinal, você não quer que as brigas cheguem a limites extremos, Às vezes, enquanto os pais tomam as brigas para si e envolvem a família inteira, as crianças já fizeram as pazes há muito tempo.

+ Leia mais sobre filhos no Saúde da Mulher.

Texto: Redação Saúde da Mulher
Leia Mais ►

Botox instantâneo funciona mesmo?

Muito procurado nos dias de hoje como alternativa para reduzir as rugas e linhas de expressão, o ‘botox instantâneo’ chama atenção pelos resultados imediatos e fácil aplicação, mas será que ele substitui a toxina botulínica, o botox tradicional? A dermatologista Dra. Claudia Marçal esclarece.




Hoje, o mercado de cosméticos conta com produtos modernos com formulação que permite suavizar manchas finas e reduzir rugas, de forma instantânea. Esses produtos são chamados de "botox instantâneo", "botox temporário" ou "Photoshop real".

Botox instantâneo funciona mesmo?
Botox instantâneo funciona mesmo?

Virou moda, por exemplo, o uso do Instantly Ageless®, produto comercializado pela Jeunesse Global, e que consiste num microcreme (forma farmacêutica em emulsão com tamanho de partícula reduzida), que diminui os sinais de envelhecimento, de forma prática.

► Leia também: Livro: Enfermagem Dermatológica e Estética - Vantagens de trabalhar na área da beleza.

Contudo, a Dra. Claudia Marçal - dermatologista, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) - destaca que a eficácia do produto dura cerca de 10 horas após a aplicação.

 "O produto é indicado para amenizar a aparência — de maneira imediata e não duradoura — dos principais sinais do envelhecimento da pele. Portanto, o resultado tem efeito efêmero, podendo desaparecer também se o rosto for lavado", afirma.

A dermatologista explica que esse tipo de produto possui o mecanismo de ação semelhante ao da toxina botulínica, no caso, o botox tradicional.

"De fato, esse creme [botox instantâneo] oferece mais segurança e conforto, quando comparado à toxina botulínica, pois é aplicado topicamente, sem a necessidade de injeções intramusculares e intervenções dermatológicas, mas é importante deixar claro que os resultados duram pouco", completa.

O ingrediente ativo desse produto é o Acetyl Hexapeptide-8, um hexapeptídeo de ação dermo-relaxante para atenuar rugas e linhas de expressão causadas a partir do movimento muscular.

Aplicação e modo de uso do Instantly Ageless® (botox instantâneo)


A Dra. Claudia Marçal explica que o "botox instantâneo" não deve ser aplicado diretamente sobre a pele.

"Neste caso, após colocar uma certa quantidade sobre os dedos, ele precisa ser pressionado para que fique menos viscoso. Após essa suavização, o produto deve ser aplicado através de dedilhamento, pequenos e leves toques realizados com a ponta do dedo", destaca.




Como recomendação adicional, a dermatologista afirma que o produto deve ser aplicado sobre o rosto limpo e higienizado. "Não utilize base líquida de formulações oleosas. Só utilize pó compacto após a aplicação, ou o efeito perderá seu resultado", finaliza.

► Leia também: Radiofrequência para flacidez funciona mesmo?

Fonte: Dra. Claudia Marçal
Dermatologista da Clínica de Dermatologia Espaço Cariz, com especialização pela Associação Médica Brasileira (AMB), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), CME (Continuing Medical Education) na Harvard Medical School.
Leia Mais ►

Cremes para pele mercúrio em altas doses

Este é - de fato - um importante alerta: Cremes para pele podem conter elevadas doses de mercúrio.

Enquanto a maioria dos países tenta livrar-se da poluição pelo mercúrio, algumas pessoas estão esfregando-o no rosto e até mesmo injetando no próprio corpo cremes com o metal pesado mercúrio (o único metal líquido).

Cremes para pele com altas doses de mercúrio
Cremes para pele com altas doses de mercúrio


Embora o mercúrio possa clarear a pele, eliminando manchas escuras e até mesmo acne, as pesquisas mostram que o líquido prateado pode causar uma série de problemas de saúde, incluindo deterioração cognitiva, danos nos rins, dores de cabeça, fadiga, tremores nas mãos, depressão e outros sintomas.

"Nos EUA, o limite de mercúrio em produtos é de 1 parte por milhão. Em alguns desses cremes, encontramos níveis tão altos quanto 210 mil partes por milhão," relatou o Dr. Gordon Vrdoljak, do Departamento de Saúde Pública da Califórnia.

"Se as pessoas usarem o produto com regularidade, suas mãos vão exalá-lo, ele vai entrar na sua alimentação, ficar nas suas mesas e nos lençóis que seus filhos dormem," denunciou ele.

Concentração de mercúrio nos cremes para pele


O grande problema com relação ao mercúrio em cosméticos é que é muito difícil identificar os produtos com mercúrio e medir sua concentração.

A boa notícia é que o Dr. Vrdoljak e sua equipe acabam de criar uma nova técnica capaz de fazer isso de forma rápida. Vrdoljak criou um instrumento que usa uma técnica chamada reflexão total de fluorescência de raios X.

A máquina pode medir o teor de mercúrio nas amostras com muito mais eficiência e precisão do que os métodos atuais.

"Testar um produto usando a técnica antiga pode levar dias," disse ele. "Com o novo instrumento, eu posso rastrear 20 ou 30 amostras em um dia com bastante facilidade. Identificando os produtos que contêm mercúrio, podemos instruir as pessoas para removê-los e limpar suas casas."

A expectativa é que a nova técnica possa ser incorporada em aparelhos de fácil uso, que possam chegar aos laboratórios de análise o quanto antes.

Complemente sua leitura com o artigo: "Teste avalia se cremes para rugas funcionam mesmo. Veja o resultado".
Leia Mais ►

Não encontrou o que buscava? Pesquise

Pesquisa personalizada